A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/02/2016 18:29

Carros alegóricos estão abandonados na Praça do Papa há uma semana

Fernanda Yafusso
Carros alegóricos do carnaval deste ano permanecem abandonados na Avenida Alfredo Scaff (Foto Fernando Antunes) Carros alegóricos do carnaval deste ano permanecem abandonados na Avenida Alfredo Scaff (Foto Fernando Antunes)
Escolas já foram notificadas para retirarem os carros do local (Foto Fernando Antunes)Escolas já foram notificadas para retirarem os carros do local (Foto Fernando Antunes)

O desfile das escolas de samba de Campo Grande aconteceu há uma semana, mas os carros usados na festa permanecem abandonados na Avenida Alfredo Scaff, no bairro Santo Amaro, próximo a Praça do Papa.

A moradora do bairro Santo Amaro, Irani Maluff, 50 anos, conta que pela manhã de quarta-feira (17), ao passar pela Avenida Alfredo Scaff, notou que as estruturas dos carros alegóricos permaneciam montados onde foi o desfile das escolas de samba da Capital, e que ninguém havia retirado os carros.

"Faço esse caminho todos os dias e já faz tanto tempo que passou o carnaval e eu fico me perguntando até quando vão ficar ali", conta. No local, estão abandonados quatro carros usados durante as comemorações.

A festa, que durou dois dias, teve a participação neste ano de nove escolas de samba, quatro do Grupo de Acesso e cinco do Grupo Especial. De acordo com o Presidente da Liga das Entidades Carnavalescas (Lienca), Eduardo de Souza, as escolas foram comunicadas para que retirassem os carros do local o quanto antes.

"Algumas já retiraram os carros como, por exemplo, a Catedráticos, Cinderela e hoje foi a Cruzeiro. Mas já recebemos a informação de que ainda existiam outros no local. Iremos até lá para verificar quais são e então notificar as escolas de samba", esclarece.

Eduardo ainda explica que cada escola é responsável por levar e buscar os carros do desfile e que de acordo com o regulamento da liga, não há punição para as escolas, mas que no ano que vem será definida uma forma para que a escola não repita essa atitude.

"Neste ano conversamos e orientamos as escolas para que não deixassem as estruturas usadas durante o carnaval obstruindo a avenida nem a calçada. Caso contrário iríamos informar a Agetran e os donos que quisessem retirar seus carros, teriam que conversar com eles", explica.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Campo Grande para questionar a retirada das estruturas dos carros alegóricos, porém até o fechamento dessa edição, não houve resposta. 



A Prefeitura deveria recolher o material e aplicar uma multa na retirada.
 
Boss em 18/02/2016 09:35:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions