ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Casos confirmados de dengue apresentam queda de 43% em Campo Grande

Diferença passa de 10,8 mil casos, segundo os dados do Serviço de Vigilância Epidemiológica da Sesau

Por Gabriel Neris | 03/06/2020 22:57
Água parada é o ideal para reprodução do mosquito Aedes aegypti (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Água parada é o ideal para reprodução do mosquito Aedes aegypti (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Campo Grande apresentou uma redução de 43% nos casos confirmados de dengue nos cinco primeiros meses de 2020 em comparação com o mesmo período do ano passado.

A diferença passa de 10,8 mil casos, segundo os dados do Serviço de Vigilância Epidemiológica da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública).

De 1º de janeiro a 2 de junho deste ano foram 13.455 casos notificados de dengue, sendo 8.220 confirmados. No mesmo período do ano passado foram 35.540 notificações e 19.043 confirmações.

O número de mortes provocadas pela doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti também menor. No ano passado foram oito, uma a mais deste ano.

Até início de junho do ano passado, o município registrou 366 casos de zika e 182 de chikungunya. Neste ano foram 101 casos de zika e 76 de chikungunya.

Ainda assim, Mato Grosso do Sul enfrenta a pior epidemia dos últimos seis anos. São 60.748 casos confirmados, enquanto em nenhum dos anos anteriores foi atingida a marca de 60 mil casos até o mês de junho.