ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Castramóvel vai iniciar atendimento em bairros em janeiro de 2021

Unidade vai atender bairros mais vulneráveis de Campo Grande, segundo a prefeitura

Por Nyelder Rodrigues | 26/09/2020 19:08
Castramóvel já foi adquirido e funcionará a partir de 2021
Castramóvel já foi adquirido e funcionará a partir de 2021

Os atendimentos da primeira unidade do Castramóvel, módulo móvel com equipamentos e espaço adequado para a castração gratuita de animais de pequeno porte, serão realizados a partir de janeiro de 2021, conforme informações reveladas neste sábado (26) pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública).

Adquirido por R$ 198,3 mil, o veículo que levará o Castramóvel conta com kit cirúrgico, gaiolas, transporte da equipe e os insumos. Se somados esses outros equipamentos, o investimento na primeira unidade chega a casa dos R$ 400 mil.

O serviço vai circular nos bairros de maior vulnerabilidade social de Campo Grande e, enquanto o animal passa pelo procedimento, os tutores dele vão participar de palestras e orientações dadas pela equipe do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes).

Com a reforma do centro cirúrgico do CCZ e a aquisição do castramóvel, tanto cães quanto gatos poderão ser castrados gratuitamente, sendo cada um no local adequado, ampliando o serviço oferecido na cidade. Além do Castramóvel, uma van com os insulmos e gaiolas, além dos funcionários, foi comprada por R$ 195 mil para acompanhar o serviço.

Para a realização da castração de felinos no CCZ é necessário um agendamento prévio, que há tempo atrás resultava em filas gigantescas na porta da unidade. Desde maio de 2019, o agendamento foi facilitado e passou a ser online.

No dia 20 de cada mês a agenda para castração abre com 600 vagas para atendimento aos felinos no mês seguinte. Já com o Castramóvel, o agendamento da cirurgia em cães será feito onde a unidade estiver, atendendo exclusivamente quem é daquela região. A quantidade de cirurgias e o tempo em que o trailer ficará ali dependerá da demanda apresentada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário