A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

09/08/2019 06:55

Celular de homem que morreu atropelado é encontrado em carro de suspeito

Caso ocorreu na tarde de ontem (8) no bairro Los Angeles; homem morreu antes de dar entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento)

Kerolyn Araújo
Osvaldo Ribas, 57 anos, morreu após ser agredido e atropelado no Los Angeles. (Foto: Direto das Ruas)
Osvaldo Ribas, 57 anos, morreu após ser agredido e atropelado no Los Angeles. (Foto: Direto das Ruas)

O celular do agente de saúde Osvaldo Ribas, 57 anos, morto na tarde de ontem (8) após ser agredido e atropelado no bairro Los Angeles, em Campo Grande, foi encontrado dentro do carro do principal suspeito do crime. O veículo também estava com amassados e manchas de sangue.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o genro da vítima procurou a polícia e contou que autor do crime seria um morador da região, proprietário de um veículo Chevrolet Celta. Os policiais foram até a casa do suspeito e encontraram um casal.

À polícia, o casal contou que aluga para o suspeito um imóvel e como nesta casa não há garagem, o homem costuma deixar o carro no quintal dos locatários. Na tarde de ontem, logo após o crime, o suspeito foi ao local, deixou o Celta e saiu em seguida.

No carro do suspeito os policiais encontraram manchas de sangue e dois celulares. Segundo o genro de Osvaldo, um dos aparelhos era da vítima.

Ainda segundo a ocorrência, a casa do suspeito apresentava sinais de que teria sido deixada às pressas, com portas e portão abertos. Ele ainda não foi localizado.

O caso - Conforme apurado pelo Campo Grande News, a vítima e o suspeito bebiam em um bar da Rua Engenheira Paulo Frontin, no Los Angeles, quando por volta das 15h houve um desentendimento entre a dupla.

Durante a briga, Osvaldo foi agredido e atropelado pelo autor. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu pouco antes de chegar na UPA (Unidade de Pronto Atendimento Comunitário) das Moreninhas.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions