A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/05/2014 12:15

Chefe da quadrilha que fez "gato" em 70 casas e lojas de MS presta depoimento

Graziela Rezende
Equipamentos para fraude apreendidos durante operação. Foto: Cleber GellioEquipamentos para fraude apreendidos durante operação. Foto: Cleber Gellio

Chefe da quadrilha que instalava “gato” de alto padrão em residências e lojas do Estado, Roni de Oliveira Vargas, 40 anos, chega em Campo Grande na tarde desta sexta-feira (23). Segundo a delegada Paula dos Santos Ribeiro, que comandou a operação “Alta Voltagem”, deflagrada ontem, o autor prestará depoimento na sede do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros).

“Nós estamos aguardando a sua chegada para as 17h de hoje. Um dos comparsas dele, Joelci Ajala Medina, 44 anos, já prestou depoimento e admitiu as fraudes. Ao todo são 28 presos, mais ainda continuamos investigando mais suspeitos e até clientes do grupo criminoso”, afirma a delegada.

Em seis meses de investigações, a Polícia descobriu que os autores já tinham feito 70 clientes em Bonito, a 257 quilômetros da Capital. Joelci então se mudou recentemente para a Capital, na intenção de conseguir “novos consumidores”. Os valores cobrados variavam de R$ 500 a R$ 2,8 mil.

Com Roni, a policia apreendeu uma pistola calibre 635. Já seu pai tinha uma espingarda calibre 22. A operação é comandada pela 1ª delegacia de Corumbá e tem o apoio do Garras.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions