A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

19/05/2018 16:34

Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio na Capital

Durante a ação, outros cinco internos foram surpreendidos pelos policiais do Batalhão de Guarda e Escolta

Adriano Fernandes
Fuga ocorreu por volta das 05h30, deste sábado. (Foto: Divulgação/Arquivo) Fuga ocorreu por volta das 05h30, deste sábado. (Foto: Divulgação/Arquivo)

Tiago Vinícius Vieira, de 32 anos, fugiu da Penitenciária de Segurança Máxima no Jardim Noroeste, em Campo Grande, na madrugada, deste sábado (19). Vieira tem ficha extensa na justiça e é apontado como chefe de uma quadrilha especializada em grandes assaltos, investigada pela PF (Polícia Federal), no ano passado.

Durante a ação, outros cinco internos foram surpreendidos pelos policiais do Batalhão de Guarda e Escolta (BPMGdaE) próximo ao alambrado do presídio. Eles romperam as grandes das celas usando uma serra e em seguida pularam um dos muro da unidade prisional, usando um escada improvisada, e corda com um gancho de ferro usado na escalada. Mas apenas Tiago conseguiu fugir.

Cérberus

Em junho do ano passado quatro pessoas que também planejavam a fuga de Tiago da Máxima foram presas, durante a Operação Cérberus da Polícia Federal. O grupo planejava resgatar o acusado durante escolta de consulta médica no Centro. Em poder dos criminosos, foram apreendidos quatro veículos, seis pistolas e cinco coletes balísticos, que possivelmente seriam usados na ação.

À época, na cela onde Tiago estava preso, ainda foram encontrados três celulares em poder dele.Na casa da namorada do detento, foram encontradas também uma pistola, munições e R$ 8 mil. Dinheiro que, segundo a Polícia Federal, seria usado durante o resgate do preso.

As investigações começaram em março, quando Tiago planejou tentativa de fuga da Penitenciária de Três Lagoas com uso de uma pistola calibre .380. Após esta primeira tentativa, o presidiário foi transferido para a Penitenciária de Segurança Máxima da Capital, onde passou a contar com o apoio da namorada e outros três comparsas.

A operação também resultou na prisão do empresário Breno Fernando Solon Borges, de 37 anos, filho da presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso do Sul, a desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges. 

Ficha extensa 

Em 2010, Tiago foi preso depois de participar de um assalto ao shopping Norte Sul Plaza, em que foram roubados R$ 3,8 mil em dinheiro, além de diversas peças de joias. O roubo ocorreu no mês de maio e movimentou a polícia local. Mas, foi um plano frustrado, pois alguns dos envolvidos acabaram presos horas após o crime.

Na época, o grupo, já havia até montado um "QG" no bairro jardim Colibri, para centralizar os planos do grupo. A primeira ação seria contra o carro forte que abastecia a agência bancária da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), mas os riscos fizeram a quadrilha mudar o plano para o shopping.

Ele previam também assaltar a tesouraria do Fort Atacadista, que ocupava a maior parte do prédio do shopping. Mas, a quadrilha só acabou levando R$ 2,2 mil de um supermercado e R$ 1,6 mil do cofre da agência do Bradesco, além da joalheria Mandalla, onde os ladrões recolheram as peças que estavam em exposição. 

Na época, Tiago estava solto havia quatro meses, depois de cumprir pena no Paraná por assassinato e roubo. Desde então ele tinha como hábito envolver a família em seus crimes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions