ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 33º

Capital

Chuva alcança 137 milímetros e causa transtornos a população

Por Viviane Oliveira e Guilherme Henri | 11/05/2016 06:47
Ainda assustada com a situação, Fabiana mostra o muro que desabou e por pouco não atingiu o quarto em que o filho dormia.  (Foto: Marcos Ermínio)
Ainda assustada com a situação, Fabiana mostra o muro que desabou e por pouco não atingiu o quarto em que o filho dormia. (Foto: Marcos Ermínio)

Desde a meia-noite de ontem até hoje de manhã já foram registrados 137,8 milímetros de chuva, somente em Campo Grande, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). O volume causou queda de árvores, de muros e córregos transbordaram causando transtornos a população.

Por volta das 22h de ontem (10), na Rua Macunaíma, no Conjunto Residencial Estrela do Sul, o muro de um condomínio, que faz divisa com a casa da diarista Fabiana de Oliveira Lopes, 31 anos, desabou e por pouco não atingiu o quarto em que o filho dela, de 13 anos, dormia.

Ainda assustada, a mulher relata o sufoco que passou durante à noite. Segunda ela, houve também um pequeno deslizamento de terra.

“A gente ficou apreensivo, porque a parte do muro que não caiu ameaça desabar. Se a chuva continuar, coisa pior pode acontecer”, lamenta. A diarista ainda não calculou o prejuízo, mas pretende acionar a empresa. A Defesa Civil foi comunicada, mas até a manhã de hoje ainda não havia comparecido ao local.

Já do outro lado da cidade, na região Sul, uma queda de árvore rompeu a fiação de energia, no Bairro São Jorge da Lagoa. Também foram registrados alagamentos na Avenida Ernesto Geisel com a Doutor Euler de Azevedo.