A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/09/2015 11:07

Chuva de setembro bate recorde de 14 anos na Capital, diz meteorologista

Viviane Oliveira
Em Campo Grande, chove desde às 4h de hoje. (Foto: Marcos Ermínio) Em Campo Grande, chove desde às 4h de hoje. (Foto: Marcos Ermínio)

A um dia para terminar setembro, Campo Grande já registra o mês mais chuvoso dos últimos 14 anos, conforme o centro de meteorologia da Uniderp. Até o momento já choveu 214,02 milímetros, sendo que o esperado para todo o mês era de apenas 78,2 mm, ou seja, 174% a mais do que o esperado para todo o mês. O volume bateu o recorde anterior, registrado em 2001, quando foram 169 mm. 

Hoje, a chuva que começou por volta das 4h desta quarta-feira (30), ainda não deu trégua e o volume já chega a 14,6 milímetros. A temperatura mínima registrada foi de 17,5ºC, conforme a meteorologista Cátia Braga do Cemtec (Centro de Monitoramento de Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos de Mato Grosso do Sul. Hoje, o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de chuvas intensas para todo Mato Grosso do Sul.

Na região do Cabreúva já choveu 10,5 milímetros, na região do Prosa, foram registrados 13,50 mm, Norte Sul 16 mm, Moreninha 14 mm, Vilas Boas 16,50 e Santo Antônio 10,25 mm, de acordo com a Defesa Civil.

Conforme a meteorologista, até domingo tem previsão de chuva para a Capital e maioria das cidades do Estado. A primavera, que começou na semana passada, tem característica de mais chuva principalmente no final da tarde e noite.

Também deve ocorrer chuva de granizo, porque atmosfera está quente e depois vem uma estabilidade, o que causa chuva em forma de pedra de gelo. Já em outubro, as chuvas diminuem e as temperaturas aumentam e a na maioria das cidades os termômetros devem registrar máxima de 40ºC, com sensação térmica de mais calor.

Deve chover durante o dia inteiro na maioria das cidades. “As áreas de instabilidade estão espalhadas na região centro-sul, oeste e sudoeste do Estado e ainda não chove nas regiões nordeste e extremo norte”, de acordo o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrão. Segundo ele, 2007 também entrou para história, mas como o ano que menos choveu em setembro. "Foram apenas 4 mm, em um mês que costuma ser chuvoso", destaca.  



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions