A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/12/2012 19:48

Ciclovia da Afonso Pena já é alvo de reclamações de ciclistas

Nyelder Rodrigues e Viviane Oliveira
Usuário da pista reclama, entre outras coisas, da falta de acessibilidade nas esquinas (Foto: Luciano Muta)Usuário da pista reclama, entre outras coisas, da falta de acessibilidade nas esquinas (Foto: Luciano Muta)

Curvas, pista com irregularidades e falta de acessibilidade nos cruzamentos com as ruas. Mesmo sem ainda ter sido inaugurada oficialmente, a ciclovia da avenida Afonso Pena, em Campo Grande, gera algumas reclamações dos usuários.

Um deles é acadêmico e estagiário de Educação Física, Diógenes Hélder Lopes, de 21 anos. Ele mora próximo ao terminal Júlio de Castilho, no Jardim Panamá, e trabalha no bairro Monte Líbano.

Diógenes conta que usa a pista há duas semanas, e concluiu que ela não foi projetada para os ciclistas. “A ciclovia foi feita apenas para enfeitar a cidade”, reclama.

O jovem diz que as curvas e a falta de espaço apropriado para descer da pista, atravessar as ruas e avenidas atrapalham quem passa pelo local. Diógenes também afirma que na primeira semana, por causa desses obstáculos, machucou as costas, gerando desconforto.

Outra usuária da ciclovia que reclama é a doméstica Vera Lúcia da Silva, de 38 anos. Ela usa a bicicleta como meio de transporte há dois anos, saindo do bairro Nova Campo Grande, onde mora, e indo até a região do Shopping Campo Grande, onde trabalha.

Ela explica que a ciclovia facilitou a locomoção, mas ainda assim, vê problemas no traçado da pista e da falta de locais apropriados para atravessar as vias movimentadas.

Vera Lúcia também conta que há problemas na pista nas proximidades do camelódromo. “Ali em frente tem uma falha no chão, e também falta uma passarela na Ernesto Geisel”, afirma a doméstica, que é obrigada a sair do traçado da pista para seguir o trajeto.

Vários problemas foram apontados pela doméstica Vera Lúcia, como a difícil travessia na avenida Pres. Ernesto Geisel, e a sinalização confusa no cruzamento das avenidas Lúdio Coelho e Duque de Caxias. (Foto: Luciano Muta)Vários problemas foram apontados pela doméstica Vera Lúcia, como a difícil travessia na avenida Pres. Ernesto Geisel, e a sinalização confusa no cruzamento das avenidas Lúdio Coelho e Duque de Caxias. (Foto: Luciano Muta)

Outro ponto da ciclovia que gera reclamação de Vera fica no cruzamento das avenidas Duque de Caxias e Prefeito Lúdio Coelho. Ela diz que a sinalização é falha. “Precisa ser revisto o sinal ali. A gente não consegue atravessar”.

Já o vice-presidente da Federação de Mato Grosso do Sul de Ciclismo (FMSC), Marco Antonio Pereira de Souza, acredita que a ideia de construir a ciclovia na principal avenida da Capital é excelente.

A princípio, ele disse estar satisfeito com a ciclovia, mas acredita que há pontos que devem ser melhorados, como o traçado. “O ideal é que fosse reta a pista. Mas já que construiu, tem que ser usada e melhorada”, declarou Marco Antônio.

Ação oferece serviço especial na UBSF do Tarumã nesta terça-feira
A UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do Tarumã promove nesta terça-feira (12) diversas atividades voltadas para a promoção de saúde da populaç...
Prefeitura e Sebrae fazem estudo em lojas para revitalizar rua 14 de Julho
A prefeitura de Campo Grande a o Sebrae de Mato Grosso do Sul estão realizando na rua 14 de Julho, Centro da cidade, um estudo técnico em 230 lojas, ...
Mau atendimento e buracos em pista atrapalham alunos em prova do Detran
O mau atendimento prestado por alguns dos examinadores e buracos presentes na pista de provas do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato...


É Ricardo Sanches "pretendo contemplar e desfrutar nas tardes quentes de nossa cidade morena" e quem desfruta todos os dias? Quem paga essa ciclovia somos eu e vc. As pessoas que a usam TODOS OS DIAS tem o direito sim de reclamar. Pouca vergonha, vejo todos os dias e penso "que ciclovia mais sem vergonha essa, coitado de quem faz uso".
 
Debora Nunes em 12/12/2012 10:39:15
Só elogia esta ciclovia quem não a utiliza. As condições que se encontram esta obra feita "nas coxas" contribuem E MUITO para gerar mais acidentes, ao invés de proporcionar maior segurança. A intenção da ciclovia realmente é muito bem vista, porém foi prometida uma CICLOVIA, e não uma calçadinha toda rachada e mal sinalizada.
 
Thiago Mendes em 12/12/2012 09:18:25
Essa ciclovia da Afonso Pena é uma piada que eu não entendi , conheço todas as outras cilcovias de Campo Grande,são todas muito bem feitas bem sinalizadas ,piso plano e sem imperfeições, já essa pista da principal Avenida éuma porcaria., sem acessibilidade, piso irregular , cheia de obstáculos e por ai vai.
 
ALMIRO PEREIRA DE SOUZA em 12/12/2012 08:27:15
Com certeza esse Marco Antonio Pereira de Souza ainda não andou na "ciclovia"...é visível a qualidade duvidosa de mais essa obra do Prefeito!
 
Filipe Alberto em 12/12/2012 05:28:25
Eu também não entendi por que tantas curvas, praticamente dobra o percurso. Para quem não tem motor, faz diferença. E também falta educação por parte dos motoristas, em dar prioridade àqueles que não tem veículos motorizados.
 
Maria Ester Flores em 11/12/2012 23:40:35
A ciclovia da Av. Afonso Pena tem um asfalto irregular, cheio de ondulações. Aliás, quase tão ruim quanto ao da maioria das ruas da cidade, que mais parecem um tabuleiro de xadrez por conta do remendos quadrados.
Não podemos esquecer que se trata de uma obra pública, portanto paga com nosso dinheiro. Assim, deveria ter mais qualidade.
E como bem dito na reportagem, falta uma passarela no cruzamento com a Av. Ernesto Geisel, por questão de segurança.
Outro aspecto que precisa de melhoria é a acessibilidade, já que o asfalto nas rampas das calçadas é super alto, o que dificulta o acesso não só dos ciclistas, mas principalmente, das pessoas deficientes.
 
ana claudia em 11/12/2012 22:12:40
Parabéns pela matéria, a agetran precisa melhorar alguns pontos de trevessia como na Ernesto Geisel que põe em risco os ciclistas, gostaria muito de levar meus netos para passear de bicicleta mas não fico tranquilo em atravessar os cruzamentos. Mas acho muito importante que a cidade tenha estes espaços de lazer.
 
Juarez Goncalves em 11/12/2012 21:06:09
O trecho da ciclovia que tem início na av. Tiradentes até Calógeras ao longo da av. Afonso Pena, muito mau elaborado, cheio de desníveis, este trecho está mais para "ciclocross", ou seja, mais vale apena empurrar a bicicleta ou disputar espaço com os carros do que pedalar nesse trecho, o engenheiro que elaborou essa ciclovia deveria fazer um teste antes de liberar a obra para os ciclistas.
 
ANTONIO PEQUENO ALMEIDA DE SOUZA em 11/12/2012 21:04:37
É impressionante como as pessoas não se contentam com nada que recebem de benefício e melhoria na qualidade de vida, devemos agradecer que temos algo pensado para a mobilidade urbana e vida saudável ao invés de reclamar ou questionar. Muitos acidentes aconteciam na Afonso Pena e outros locais que não tinham ciclovi, é tendência mundial a ciclovia. Sou muito grato por pensarem no meu bem estar físico e financeiro com a implantação dessas ciclovias que me traz mais acesso de forma saudável aos locais que pretendo contemplar e desfrutar nas tardes quentes de nossa cidade morena. Parabéns aos idealizadores desse projeto e obrigado .'.
 
Ricardo Sanches em 11/12/2012 20:48:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions