ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  11    CAMPO GRANDE 15º

Capital

Cinco envolvidos na morte de policial civil são ouvidos em 3ª audiência do caso

Por Alan Diógenes | 30/07/2014 20:34

A terceira audiência do caso em que os irmãos Alexandre Gonçalves Rocha e Alexsandro Gonçalves Rocha que são acusados de matar, com três tiros, o policial civil Dirceu Rodrigues dos Santos foi realizada ontem (29). O crime aconteceu no dia 22 de janeiro de 2014 no Bairro Campo Nobre, quando Dirceu e seu parceiro estavam disfarçados em uma investigação para apurar o roubo de uma joia.

O primeiro réu ouvido foi Alexsandro, que deu uma gravata em outro policial que acompanhava Dirceu, do dia do crime. Ele deixou o policial desacordado, e deu um tiro na direção de Dirceu.

O irmão dele foi o segundo interrogado. Este disse que os policiais se apresentaram como pessoas do jogo do bicho e que iriam matá-los. Por isso, os levou até sua residência para pegar a joia, com intuito de salvar sua família. Disse que pediu para seu irmão atirar em Dirceu e efetuou mais dois disparos em sua direção.

Outros três réus do processo também foram interrogados: Geovani De Oliveira Andrade, Renato Ferreira Alves e Cleber Ferreira Alves, acusados de receptação dolosa, porte ilegal de arma de fogo e favorecimento pessoal ao ocultarem os autores do crime.

Nos siga no Google Notícias