A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

30/09/2011 16:50

Clamor público leva adolescente que matou colega de volta a Unei

Ana Paula Carvalho

O adolescente de 15 anos ficou 16 dias livre após determinação da Justiça

Ana Carolina morreu após levar tiro no rosto.Ana Carolina morreu após levar tiro no rosto.

O adolescente de 15 anos que matou a colega Ana Carolina Alvicio dos Santos, de 12 anos, na noite do último dia 06 voltou a ser apreendido na quarta-feira (28), após determinação da justiça.

Ele havia sido liberado no dia 12 deste mês, mas devido ao clamor público e devido a gravidade do fato, a promotora de justiça da vara da infância Vera Aparecida Cardoso Vieira, pediu a decretação de internação provisória por 45 dias.

A internação foi decretada pela juíza da Vara da Infância e Juventude Sabrina Rocha Margarido João. O adolescente foi encaminhado à UNEI (Unidade Educacional de Internação) Provisória Novo Caminho.

De acordo com a promotora, o adolescente deve ficar internado durante as investigações do homicídio. Ainda de acordo com ela, o clamor público é um dos motivos que autoriza a internação. “Tem se tornado uma prática o uso indevido de arma de fogo por menores que acabam matando inocentes”, diz.

O crime - Segundo informações da Polícia, o crime aconteceu por volta das 19 horas na casa do acusado. Para a Polícia o garoto disse que estava na frente de casa tomando tereré quando Ana Carolina foi ao banheiro com uma amiga de 13 anos.

Ele se levantou e foi atrás dizendo que iria dar um susto nas amigas. De acordo com a polícia, em depoimento, o garoto disse que foi até o quarto e pegou o revólver calibre 38 com capacidade de cinco tiros e tirou todas as balas da arma e foi até ao banheiro onde estavam as meninas.

O adolescente relatou ainda que apontou a arma para a garota de 13 anos e apertou o gatilho, já imaginando que não dispararia por não ter munição. Em seguida, fez o mesmo em com Ana, mas arma disparou. Segundo testemunhas, o garoto ficou desesperado e ainda tentou reanimá-la.

O disparo atingiu o rosto e atravessou a cabeça. Segundo informações do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) um garoto ligou para a emergência. Ao chegar na casa, os atendentes do Samu ainda tentaram reanimar a menina, mas sem sucesso, ela morreu no local.

O garoto estava sozinho na casa. Segundo os vizinhos o pai trabalha de vigia durante o dia e a noite entrega pizza. Para a Polícia o garoto garantiu que o pai não sabia da existência da arma. Ele disse que comprou a arma por R$ 20 de um rapaz do bairro Zé Pereira.

O adolescente foi autuado em flagrante por homicídio doloso, com dolo eventual. Segundo a Polícia, ele não quis matar, mas ao manusear a arma ele assumiu o risco.

Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Que justiça é essa que muda em função do clamor?
Não existe embasamento em lei?
 
Jonathan Geoges Rahal em 30/09/2011 06:24:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions