A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

28/03/2014 20:21

Cliente que saiu de loja e alarme antifurto foi acionado, não será indenizado

Alan Diógenes

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou o recurso apresentado por Mauri de Oliveira. Ele entrou com a ação alegando ter sofrido constrangimento na loja Casas Pernambucanas, em Campo Grande, quando o detector de metais foi acionado e um funcionário o abordou acreditando que o mesmo havia roubado uma mercadoria.

Mauri afirma que ao sair da loja, o funcionário o abordo na frente de todos, e o fez tirar da sacola todas as roupas compradas. Durante a revista foi constatado que um dos produtos ainda estava com o dispositivo de segurança. Ele disse que foi tachado como criminoso e tratado com descortesia pela empresa, por isso pediu indenização por danos morais.

Em defesa, o estabelecimento informou que a abordagem foi discreta e gentil e que em nenhum momento o cliente foi desrespeitado.

Oliveira entrou com outro recurso afirmando que a mercadoria estava paga e que o erro foi do caixa que não retirou o lacre de uma peça de roupa. Ele contou que mesmo assim foi tratado com arrogância pela gerente.

O desembargador da 2ª Câmara Cível, Julizar Barbosa Trindade, não constatou a existência de dano moral na situação e negou o recurso apresentado por Mauri.

MPE realiza hoje eleição para escolha do Procurador-Geral de Justiça
O MPE (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) irá realizar hoje (28), a partir das 9h até as 17h, a eleição que irá compor a lista trípl...
MPE cobra na Justiça cronograma de obras de drenagem em córregos da Capital
O MPE (Ministério Público Estadual) por meio da 42ª Promotoria de Justiça propôs ação civil pública contra a prefeitura de Campo Grande e a Agesul (A...
Justiça Eleitoral atende eleitores de oito cidades do Estado
A Justiça Eleitoral atende eleitores de Campo Grande e de mais sete municípios, neste fim de semana. O objetivo é agilizar o processo de cadastrament...
Técnico de informática ganha na Justiça direito de cirurgia bariátrica
Um técnico de informática que pesa 186 quilos e ainda tem hipertensão ganhou na Justiça o direito de fazer a redução de estômago. O obeso esperava na...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions