A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

17/06/2018 11:51

CMO repudia crime e afirma que vai julgar soldado preso durante assalto

Soldado de férias conduziu veículo para ajudar comparsas durante crime afirma Polícia.

Anahi Gurgel
O soldado Matheus Pereira, de 20 anos, foi preso pelo Choque nesta manhã, em sua casa, no Bairro Moreninhas III. (Foto: Divulgação/Batalhão de Choque)O soldado Matheus Pereira, de 20 anos, foi preso pelo Choque nesta manhã, em sua casa, no Bairro Moreninhas III. (Foto: Divulgação/Batalhão de Choque)

O CMO (Comando Militar do Oeste) informou que o soldado Matheus de Almeida Pereira, 20, preso nesta manhã (17) por participar de tentativa de assalto a um mercado de Campo Grande, será julgado também no âmbito do Exército. Por meio da assessoria de imprensa, a instituição comunicou que repudia qualquer tipo de crime e que apoia as ações da Polícia Militar.

O posicionamento foi repassado há pouco pelo porta-voz da instituição, major Marcelo Machado.

“O CMO ainda não se inteirou sobre as condições da tentativa de assalto, mas apoia essas ações de combate ao crime. Tem que prender mesmo. Uma coisa é certa: ele não aprendeu isso no Exército. Com certeza será punido na esfera comum e depois também no âmbito do Comando”, disse.

Ele acrescentou que o CMO repudia completamente esse tipo de atitude. “Ficamos tristes com situações assim mas, infelizmente, é um retrato da sociedade hoje. Ninguém está livre”, lamentou.

Matheus foi preso em flagrante nesta manhã por conduzir o veículo Gol prata, utilizado para dar suporte aos comparsas durante assalto a um mercado do Bairro Noca Campo Grande, na noite de ontem.

Ele foi detido pelo Batalhão de Choque da PM na casa dele, no Bairro Moreninha III.

Perseguição - Durante tentativa de assalto, Roberto Barbosa Júnior, 20, que estava evadido do sistema prisional, morreu após troca de tiros com o policial à paisana. Kevin Gustavo Nunes Moreira, 19 anos, e Marco Felipe Santos Martinez, 21, foram presos e encaminhados à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

O fato ocorreu na Rua 70, esquina com a 77, em frente a um terreno baldio, por volta das 18h10.

O policial contou que, ao entrar no mercado, avistou os três homens encapuzados, sendo um deles armado, já abrindo a gaveta do caixa.

O PM, então, correu até sua casa, que fica perto, buscou sua pistola, retornou e deu voz de prisão, mas os bandidos correram. Teve início uma perseguição pelas ruas do bairro.

Primeiramenmte, dois autores foram alcançados. O terceiro, entretanto, atirou contra o policial, que revidou e atingiu Roberto. Ele foi encaminhado à Santa Casa de Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions