A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Abril de 2019

13/01/2019 12:40

Com 5 carros queimados em 10 dias, mecânicos dão dicas para evitar fogo

Do nada, carros começam a pegar fogo no meio da rua ou na garagem e, muitas vezes, a perda é total

Mirian Machado
Carro que pegou fogo essa semana na Avenida Afonso Pena (Foto: Danielle Valentim)Carro que pegou fogo essa semana na Avenida Afonso Pena (Foto: Danielle Valentim)

Vira e mexe e nos deparamos com veículos no meio da rua em chamas. Em 2018, o Corpo de Bombeiros atendeu a 357 incêndios em carros, motocicletas, caminhões e ônibus em todo o Estado, sendo 151 só na Capital. Nos dez primeiros dias de 2019 foram 8 ocorrências no Estado, 5 em Campo Grande. Na maioria das vezes, a perda é total e o motivo principal é a falta de manutenção.

Na quarta-feira (9), um Fiat Uno ficou parcialmente destruído após pegar fogo no Centro. O condutor disse que o carro é da empresa em que trabalha e que, ao estacionar na Avenida Afonso Pena, percebeu as chamas e a fumaça saindo da frente do carro, que logo foi consumido pelo fogo. Aos policiais, o motorista disse que o veículo havia passado por manutenção no dia anterior e a bateria havia sido trocada. Por isso, a suspeita é de um curto-circuito.

Mecânico há 35 anos, Ademir Faria, 45, explica que há vários fatores que podem ocasionar um principio de incêndio em veículos, mas os principais são falta de manutenção, principalmente, na parte elétrica, e vazamento de combustível.

“Mesmo que haja um micro vazamento, se aquecer demais pode começar a pegar fogo, e isso pode ocorrer também com vazamento de óleo”, explica.

Outro fator é a manutenção incorreta. Faria conta que fios mal colocados, desencapados ou qualquer peça colocada de forma irregular, se aquecer, pode gerar um curto-circuito e iniciar um incêndio. “Por isso, além de fazer revisão periodicamente é necessário que seja feita por um profissional qualificado”, conclui.

Clima – O tempo de sol e calorão que atinge a cidade não influencia, conforme o mecânico. Por isso, as chamas nos automóveis podem ocorrer até em dias chuvosos e frios.

Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, quando perceber que fumaça está saindo ou se sentir odor de combustível dentro do carro, o ideal é que todos os ocupantes saiam e se afastem do veículo. Alguém deve tentar, se possível, utilizar o extintor para fazer o combate do fogo, mas também acionar o Corpo de Bombeiros o mais rápido possível.



e fumar dentro do carro também, principalmente narguilé.
 
jezilson em 14/01/2019 03:06:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions