ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  31    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Com aumento no ritmo de contágio, Capital avalia instalar barreiras sanitárias

Campo Grande apresentou, segundo boletim, 188 casos confirmados e cinco mortes relacionadas à covid-19

Por Gabriel Neris | 19/05/2020 14:48
Barreira sanitária instalada em Miranda durante a pandemia (Foto: Segov/Divulgação)
Barreira sanitária instalada em Miranda durante a pandemia (Foto: Segov/Divulgação)

A Prefeitura de Campo Grande e a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) já avaliam a instalação de barreiras sanitárias na semana que vem para tentar frear a disseminação do novo coronavírus.

Com 188 casos e cinco mortes, o município tem apresentado aumento no ritmo de contágio, de acordo com os boletins epidemiológicos divulgados diariamente, o que tem deixado a pasta em alerta. Destes, dez pacientes estão internados e 24 em isolamento.

Desde a semana passada, o maior aumento de um dia para outro foi na quinta-feira (14) com cinco casos. No fim de semana inteiro foram somente mais três casos, mas os boletins de segunda e desta terça-feira apresentaram um aumento de 14 infectados em 48 horas..

Segundo o secretário José Mauro Filho, as barreiras sanitárias devem funcionar em torno de Campo Grande nos dias 26 e 27 de maio. “Temos que acompanhar melhor”, avalia. Ele disse ainda que de acordo com os resultados apresentados pela barreira, será avaliada a necessidade de manter o trabalho por mais dias.

O secretário aponta que foram comprados 10 mil novos testes. Consequentemente, os números devem continuar aumentando com maior testagem da população para a covid-19. “Tudo isso vai refletir no número de casos”.

José Mauro acredita que todo o aumento registrado nos boletins “é preocupante”, porém considera que o município ainda tem o controle da situação. “Diante do contexto nacional estamos com a situação sob controle”.