ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Com baixa procura, Saúde leva vacinação contra a gripe a comunidade indígena

Expectativa é vacinar ao menos 90% do público prioritário, estimado em cerca de 360 mil pessoas na Capital

Por Jhefferson Gamarra e Fernanda Palheta | 13/04/2024 09:55
Secretária de saúde imunizando cacique da Marçal de Souza (Foto: Divulgação/Sesau)
Secretária de saúde imunizando cacique da Marçal de Souza (Foto: Divulgação/Sesau)

Campo Grande deu início à vacinação contra a gripe no dia 21 de março, antecipando o calendário nacional. A campanha deve ocorrer até o dia 31 de maio, conforme o cronograma do Ministério da Saúde e, devido à baixa adesão de grupos prioritários, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) está provendo neste sábado (13) o “Dia D” de vacinação na Aldeia Urbana Marçal de Souza, no Bairro Tiradentes.

A expectativa é vacinar ao menos 90% do público prioritário, estimado em cerca de 360 mil pessoas em Campo Grande. Desse total, 14 mil são indígenas, sendo aproximadamente 600 moradores da Marçal de Souza.

Apesar de três semanas completas de campanha, apenas 10% do público prioritário foi imunizado, resultando em um aumento significativo de atendimento de casos de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em unidade de saúde da Capital.

“Esse é um período, principalmente entre maio e junho, que começa a ter aumento das síndromes de casos respiratórios e se a pessoa está imunizada ela não vai ter a forma grave, essa é a intenção: evitar internação, evitar óbito. É importante vacinar agora”, ressaltou a secretária municipal de Saúde, Rosana Leite de Melo.

Criança indígena sendo imuniozada na oca da aldeia (Foto: Divulgação/Sesau)
Criança indígena sendo imuniozada na oca da aldeia (Foto: Divulgação/Sesau)

A gripe é uma doença viral que impacta o sistema respiratório, sendo altamente contagiosa, com incidência global e propensão a se espalhar facilmente em surtos sazonais, além de poder desencadear pandemias.

“A Marçal de Souza é sempre um ponto que tem vacinação e é muito importante a prevenção com essa ação na porta de casa para facilitar o acesso. É preciso chamar atenção da população para o baixo número de adesão. A vacinação é uma forma essencial de prevenção e dever de todos”, comentou o cacique da comunidade, Josias Jordão.

Miss indígena Vitória Antônio recebendo o imunizante (Foto: Arquivo Pessoal)
Miss indígena Vitória Antônio recebendo o imunizante (Foto: Arquivo Pessoal)

Ciente da importância da imunização, a miss indígena Vitória Antônio, 23 anos, aproveitou a ação itinerante da Secretaria de Saúde para colocar a caderneta de vacinação em dia. “É uma questão de saúde, não só para mim, mas para todos os moradores da nossa comunidade. É uma coisa que a gente precisa aprender a ter, que tem muitas pessoas que tem medo de ser vacinada, a gente precisa aprender a praticar, ir no posto, querer ter a carteira de vacinação atualizada”, disse a indígena terena.

Dianita Antônia, 41 anos, moradora da comunidade, que está com todas as vacinas em dia, levou a família toda para vacinar na ação promovida pela prefeitura, e ressaltou a importância da prevenção. “Temos que cuidar da saúde, então por isso é muito importante a gente se prevenir”, destacou.

A ação da prefeitura na Aldeia Indígena Marçal de Souza teve início às 7h30 e segue até às 16h30 deste sábado. As aplicações estão acontecendo na Oca “Memorial da Cultura Indígena Cacique Enir Terena”, localizada na Rua Terena, 88 – Tiradentes. Qualquer pessoal que faz parte do público-alvo pode se imunizar.

Neste ano, a vacina disponibilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é eficaz contra três tipos de cepas de vírus em combinação: a. A/Victoria/4897/2022 (H1N1)pdm09; b. A/Thailand/8/2022 (H3N2); c. B/Austria/1359417/2021 (linhagem B/Victoria), conforme a Instrução Normativa (IN) no 261, de 25 de outubro de 2023, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias