ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Com bebê de 7 meses, mulher é atacada e tem veículo roubado

O carro foi localizado horas depois na casa de uma mulher na Rua Ouro Preto, no Bairro São Conrado

Por Viviane Oliveira e Bruna Kaspary | 22/08/2018 07:49
Débora foi presa em flagrante por receptação  (Foto: Henrique Kawaminami)
Débora foi presa em flagrante por receptação (Foto: Henrique Kawaminami)

Vítima de 37 anos teve o veículo Hyundai HB-20 roubado por volta das 19h15 de ontem (21), na Rua Roque de Andrade, na Rua Roque de Andrade, na Vila Morumbi, em Campo Grande. A mulher estava junto com o filho de 7 meses quando foi rendida pelos criminosos. O carro foi localizado horas depois na casa de uma mulher, na Rua Ouro Preto, no Bairro São Conrado. Os dois bandidos que cometeram o crime ainda não foram identificados nem presos.

Conforme a Polícia Civil, a vítima chegava em casa com o filho de 7 meses, quando dois homens em um VW Gol prata se aproximaram. Um deles desceu e armado com revólver a mandou que saísse do HB-20. Em tom ameaçador ele disse: “Desce rápido. Me dá tudo”.

A mulher, então, teve tempo apenas de tirar criança que estava na cadeirinha no banco de trás e entregou a chave ao ladrão. Os bandidos fugiram, cada um dirigindo um carro. Eles levaram junto com o automóvel bolsa, celular Iphone, cartão de banco e documentos.

Carro levado pelos bandidos foi recuperado (Foto: Henrique Kawaminami)
Carro levado pelos bandidos foi recuperado (Foto: Henrique Kawaminami)

A vítima acionou a Polícia Militar e após rastreamento e denúncia anônima, o carro foi encontrado no Bairro São Conrado na casa de Débora Cristina dos Santos, 39 anos.

Questionada sobre a situação, a mulher contou que um homem havia deixado o carro em sua casa, a pedido do seu namorado, Dyonathan Coutinho da Silva, 23 anos, conhecido como Jhony, que está preso no Presídio de Segurança Máxima. Ele tem várias passagens pela polícia por tráfico de drogas e roubos.

Ele havia entrado em contato com ela por telefone pedindo que guardasse o veículo lá. Ela disse que não conhece os homens que foram em sua casa. Débora foi presa em flagrante por receptação. O carro e os objetos foram recuperados. Só o celular da vítima, segundo Débora, foi quebrado por um dos homens.

Débora passará amanhã (22) por audiência de custódia na Justiça, para definir se ficará presa esperando o andamento do inquérito e posterior processo ou se poderá responder em liberdade. O caso foi atendido por policiais do Batalhão de Choque e GOI (Grupo de Operações e Investigações) registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário