A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/11/2013 11:32

Com dívida, Abrigo dos Bichos pede ajuda para manter trabalho

Mariana Lopes
Cãominhada reuniu 120 cães nos altos da avenida Afonso Pena (Foto: Mariana Lopes)Cãominhada reuniu 120 cães nos altos da avenida Afonso Pena (Foto: Mariana Lopes)

Foi ao coro de latidos que o Abrigo dos Bichos fez um apelo à população na manhã deste domingo (10), durante a Cãominhada, realizada nos altos da avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Com uma dívida que soma R$ 8 mil em clínicas veterinárias, a ONG pede ajuda para manter as atividades que tiram dezenas de cães e gatos abandonados das ruas e dão a eles um lar e a uma família.

De acordo a diretora do Abrigo dos Bichos, Ana Clara Rosa, a maior dificuldade atualmente é que, por falta de uma sede, os animais recolhidos das ruas da Capital precisam ficar em clínicas particulares, o que resulta em gastos elevados para a ONG, que não tem uma renda mensal fixa e sobrevive do dinheiro de eventos e doações.

“E a dívida só aumenta, pois temos animais internados hoje e que precisam de cuidados”, ressalta Ana Clara. Segundo ela, atualmente o Abrigo dos Bichos conta mais com ajudas esporádicas, mas o número de colaboradores fixos é bem reduzido.

Na manhã de hoje, aproximadamente 120 cães, acompanhados de seus respectivos donos, participaram da Cãominhada, o que rendeu ao Abrigo dos Bichos cerca de R$ 600 do total do valor arrecado nas inscrições, que foi de R$ 5.

Além do passeio, teve sorteio de brindes e concurso, com cinco categorias: maior e menor cão, o mais adestrado, o mais perecido com o dono e o mais caracterizado.

Apaixonada por cachorros, a estudante Norli Bueno, 34 anos, é participante assídua de Cãominhadas e faz o alerta à população para ajudar à ONG. “É um trabalho muito lindo e importante, e devemos fazer nossa parte para ajudar a tirar os animais das ruas”, pontua.

Contudo, a ONG não necessita apenas de doações em dinheiro. Segundo Ana Clara, também são necessárias pessoas que ofereçam a casa para um “lar temporário” aos animais retirados nas ruas, até que o Abrigo dos Bichos encontre um dono definitivo a eles.

O casal Claudemir Alves Afonso, 45 anos, e a dona de casa Kátia Peres, 41 anos, são voluntários da ONG e não negam espaço para um bichinho. Na casa deles há seis cachorros e dois gatos, sendo que um deles foi retirado das ruas.

“Eu ajudo a fazer o resgate e cuido até arrumar alguém para adotar o animal, comecei a fazer este trabalho depois que conheci o Abrigo dos Bichos”, conta Kátia.

Quem quiser ajudar o Abrigo dos Bichos com doações em dinheiro, o número da conta corrente é o 41599-5, agência 4211-0, Banco do Brasil. Todo o contato da ONG é realizado pelo Facebook, na página Abrigo dos Bichos.

 

Durante discussão, adolescente de 17 anos é esfaqueado pelo amigo
Um jovem de 17 anos foi levado em estado grave para a Santa Casa após ser esfaqueado na noite deste sábado, na frente da casa em que mora no Bairro G...
Após furtar obra, ladrão é capturado por moradores e ferido a tiros
Marcio Estacio Duarte Teixeira, de 31 anos, foi socorrido a Santa Casa de Campo Grande após ser atingido por dois tiros na madrugada deste domingo (1...


eu tenho interesse em adotar uma cachorra que seja sadia e bonita de grande porte pode ser de qualquer raça e também de qualquer cor, moro aqui em campo grande qualquer informações mande no meu E-mail.
 
nildo brandao em 13/11/2013 15:53:59
E ai João Carlos que tal elencar para nós as entidades pelas quais vc trabalha ? Inversão de valores é alguém ficar criticando quem usa os dias de folga, as horas de descanso e os finais de semana para realizar um trabalho voluntário enquanto fica sentadinho sem fazer nada ! Espero que você seja um atuante voluntário e doador ...
 
Denise Dal Farra em 11/11/2013 10:18:00
Não aguento! Todas as vezes que se fala em proteção a animais sempre tem um com este discuso vazio sobre criança abandonada, o que eu disse sobre os manifestantes serve neste caso também, o sujeito nunca deu um centavo sequer a qualquer instituição de crianças carentes...
 
Marco Aurélio em 11/11/2013 10:12:36
Divida conosco João Carlos, o que o sr. faz pelas crianças???
 
Bruna Franco em 11/11/2013 10:09:18
Prioridade da população?! Me poupe!! Vai ajudar alguma criança necessitada antes de criticar quem ajuda os animais!! Quem não ajuda, não atrapalha!!
 
Patrícia Centurião em 11/11/2013 10:03:35
Caro João Carlos.
Fazer o bem não exige específica frente de trabalho...mas fazer o que é certo.
Na mesma linha de raciocínio sua acerca de fixação de prioridades, afirmo: PRA QUE SE PREOCUPAR COM EDUCAÇÃO E SEGURANÇA SE TEM GENTE MORRENDO NOS HOSPITAIS?! VAMOS INVESTIR SÓ NA SAÚDE ENTÃO!!!........................reparou na desproporcionalidade?!.....Amigo, cada pessoa neste mundo tem afinidade com uma coisa...tanto que uns se empenham em trabalhos assistenciais em hospitais, outros em creches, outros em asilos, e outros até em presídios.....em sendo assim, porque o "assombro" com aqueles que se empenham em ajudar os animais?!....Se vc demonstram tamanha preocupação com crianças, não fale, mova-se: vá participar de um grupo de auxilío ao menor...e boa sorte.
 
Demis Guedes em 11/11/2013 10:02:18
Parabéns CARMEN BEATRIZ KRAEMER!!! Você foi muito feliz em sua colocação!
 
Rosangela Garcia em 11/11/2013 09:29:34
João Carlos, quem defende os animais defende vida, concordo que tem crianças abandonadas, abandonadas pelo homem (pai-mãe), e é dever do ESTADO zelar pela população,criança, idoso,gestante....., não está bom? Cobre de quem deste o voto, ou melhor, faça alguma coisa pelas crianças abandonadas e não critique quem faz algo, se formos atrás de prioridades, os animais que não sabem se defender das atrocidades dos humanos jamais terão alguma chance de vida.Amigo e fiel companheiro do homem a mais de 15 mil anos, seguido vemos nos noticiários a defesa destes animais de estimação em várias situações de perigo que seus donos passam.
 
Carmen Beatriz Kraemer em 11/11/2013 09:13:20
concordo com vc totalmente marco aurélio como o brasileiro é um povo hipócrita, ou seja, um falso moralista.
 
edson santos em 11/11/2013 08:43:39
Acho importante essa preocupação com os animais, mas com tanta crianças abandonadas e precisando de ajuda, ONGs preocupam-se com animais. Fico preocupado com as prioridades da nossa população.
 
joao carlos em 10/11/2013 20:14:42
Vamos ajudar, pois a única voz dos animais é a nossa!
A natureza e os que têm amor aos bichos agradecem!
 
João Luiz Mendes em 10/11/2013 19:17:03
Cãominhada...foi divulgado? Só sabemos do que acontece em Campo Grande após o ocorrido.
Pena!!!
 
Angela Vital em 10/11/2013 18:10:45
Uehh!!! Cade o povo que estrava protestando contra o instituto Royal? não estavam indignados defendendo os bichos? para fazer protesto e depredar patrimônio aparece um monte de gente, agora na hora de por a mão no bolso, some todo mundo... eta povinho hipócrita este brasileiro, não muda nunca...
 
Marco Aurélio em 10/11/2013 13:26:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions