A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/04/2016 12:13

Com nova expansão em notificações, casos de dengue chegam a 405 por dia

Natalia Yahn
Em fevereiro deste ano, durante ação no Bairro Guanandi, equipe encontrou uma banheira cheia de larvas do mosquito Aedes aegypti. (Foto: Fernando Antunes / Arquivo)Em fevereiro deste ano, durante ação no Bairro Guanandi, equipe encontrou uma "banheira" cheia de larvas do mosquito Aedes aegypti. (Foto: Fernando Antunes / Arquivo)

Novo boletim epidemiológico da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) aponta nova expansão no número de casos notificados de dengue em Campo Grande. Em apenas dois dias, entre quarta-feira (6) e sexta-feira (8), foram 810 notificações, uma média de 405 casos por dia.

Atualmente as notificações estão em 24.179, desde o início do ano, com 1.041 casos registrados apenas no mês de abril. Na semana anterior, o boletim trouxe 43 notificações diárias, entre os dias 29 de março e 5 de abril, quando a doença tinha 23.369 casos notificados.

Já os casos confirmados continuam em 466, desde o fim de fevereiro. O mesmo acontece com casos de dengue grave, com 5, além de três mortes.

Os casos de zika estão em 3.770 notificações, com 225 casos em abril. São 60 confirmações, também estagnadas desde fevereiro (26 em janeiro e 34 em fevereiro). As gestantes em acompanhamento são 396 – com 350 casos este ano – deste total 98 tiveram zika confirmada (89 delas em 2016). Já os casos de chikungunya somam 203, com três registros em abril.

O boletim epidemiológico divulgado na quarta-feira (6), pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública), mostrava 345 casos notificados de dengue no mês de abril. As notificações de zika chegaram 3.583, com 73 casos em abril. Já a chikungunya tinha até então 198 casos.

Há dez dias o boletim apontou que a média diária de casos notificados de dengue caiu 47% em Campo Grande, se comparando os registros de janeiro e abril. Entre os dias 1° e 28 de março foram 147,2 casos notificados de dengue todos os dias na Capital, mas no mês de janeiro foram 311,6 notificações diárias. Também foram 466 casos confirmados – apenas nos dois primeiros meses do ano –, cinco casos graves e três mortes.

Mato Grosso do Sul – Boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), na quinta-feira (7), revelou que 14 pessoas já morreram por dengue em Mato Grosso do Sul desde janeiro. Cinco casos confirmados somente na última semana foram todos registrados na cidade de Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande. Entre as vítimas estão um bebê de quatro meses e uma mulher de 101 anos.

De acordo com a Secretaria, os cinco óbitos ocorreram de 20 de janeiro e 14 de março e só foram confirmados nesta semana por conta de um atraso na verificação dos exames laboratoriais pela Secretaria Municipal de Saúde do município de Ponta Porã.

Entre as vítimas estão três mulheres de 25, 84 e 101 anos; um homem de 77 anos e uma menina de quatro meses de idade. Conforme o boletim, os outros nove óbitos ocorram em Campo Grande (três), Dourados (três), Coxim (um), e outros dois também em Ponta Porã.

O boletim trouce 1.623 casos notificados no Estado, em uma semana. De janeiro até hoje, foram registrados 46.943 casos suspeitos. Dos 79 municípios do Estado, 638 apresentam alta incidência para a dengue. Apenas o município de Inocência apresenta baixa incidência da doença.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions