A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

13/07/2012 10:30

Com projeto lançado hoje, UPA Veterinária fica pronta até dezembro

Aline dos Santos e Paula Vitorino

Pronto-socorro para cães e gatos ainda não tem valor, mas já tem forma

Segundo Trad, projeto vai ser modelo para o país todo. (Foto: Minamar Júnior)Segundo Trad, projeto vai ser modelo para o país todo. (Foto: Minamar Júnior)

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Veterinária, que será construída em Campo Grande, ainda não tem valor, mas já tem forma. Hoje, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) lançou o projeto arquitetônico, com a apresentação da planta da unidade que irá atender cães e gatos em casos de urgência e emergência. A UPA foi lançada como a primeira do país e vai ficar pronta até o fim do ano.

O pronto-socorro para os animais terá 70 metros quadrados e será construído próximo ao estacionamento do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), localizado na avenida Senador Filinto Müller, na Vila Ipiranga.

O anúncio da construção da UPA foi feito dias depois dos maus- tratos ao cachorro Scooby comover Campo Grande. No último dia 9, o cão foi amarrado a uma motocicleta e arrastado do bairro Aero Rancho até o CCZ. Com diagnóstico de leishmaniose, ele escapou da eutanásia, destino dos demais cachorros na mesma situação, graças a uma campanha na internet, que sensibilizou o prefeito.

Segundo Trad, o fato de o pronto-socorro veterinário ter sido anunciado agora foi uma coincidência. “Esse projeto é feito desde o ano passado e foi concluído no dia 3 de julho. Já passou da hora de a cidade ter um local de atendimento público para os animais. O projeto vai ser modelo para o país todo”, diz.

O prefeito afirma que a obra ficará pronta até o fim do ano. “Ainda não foi orçado para saber quanto vai gastar. Depois do orçamento, faz a reserva do recurso, abre a licitação e contrata”, explica.

Com funcionamento 24 horas, a UPA vai atender casos como cachorro com pedaço de garrafa ou osso entalado na boca, ou cachorra que está parindo e não consegue terminar o parto.

De acordo com a chefe do serviço de controle de raiva e outra zoonoses, Iara Domingues, essas emergências já eram levadas ao CCZ, mas, o atendimento não era regulamentado. “O dono chega desesperado e os profissionais acabam atendendo”, relata. A estimativa é fazer 20 atendimentos por dia.

A exemplo das unidades para os humanos, os cães e gatos não ficarão internados. Concluso o atendimento emergencial, o animal será encaminhado para o hospital veterinário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) ou clínica particular. A UPA não terá serviço de consulta.

Segundo a diretora do CCZ, Júlia Maksoud, o centro tem 11 médicos veterinários, sendo nove plantonistas. Ela explica que será analisada a necessidade de contratar mais profissionais.



Parabéns prefeito! Muitos animais de estimacão deixam de ser atendidos ou salvos, por falta de dinheiro de seus donos para pagar um tratamento ou atendimento emergencial particular. Se eles podem fazer parte de nossas vidas em nosso lar, tbem tem direito a receber cuidados pela saúde . Este não pode ser um previlégio apenas de quem tem dinheiro. Familias de baixa renda, tbem amam seus animais!
 
iara estevam em 31/07/2012 10:55:20
Valeu prefeito. Fechando mandato com chave de ouro. Valeu a pena ter confiado meu voto ao senhor.
 
Sandrei Aparecido Nascimento em 14/07/2012 06:01:01
Bela iniciativa do poder público.
Parabéns prefeito!!!
 
Andre Luiz em 13/07/2012 11:47:48
Muito bom um centro de atendimento aos animais, parabéns, espero que funcione bem, alias, a equipe para trabalhar nesse local tem que gostar de animais, caso contrario não vai prestar. Não basta apenas ser um profissional da saúde tem que gostar do que faz.
 
Moisés Chaves em 13/07/2012 01:38:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions