A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/02/2016 12:23

Com UPA, Prefeitura promete 'complexo de saúde' nas Moreninhas

Antonio Marques
Depois de cinco anos, UPA da Moreninha será inaugurada na noite desta quinta-feira (Foto: Alan Nantes)Depois de cinco anos, UPA da Moreninha será inaugurada na noite desta quinta-feira (Foto: Alan Nantes)

A UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas, que será inaugurada no noite desta quinta-feira (11) no Bairro Moreninha III, fará parte de um complexo de saúde interligado. Pelo menos estes são os planos da Prefeitura de Campo Grande, segundo o titular da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Ivandro Fonseca.

Os moradores aguardam há pelo menos cinco anos o funcionamento da nova unidade, que foi motivo até de abaixo-assinado. O prédio da UPA 24 horas deveria ter sido entregue em 2012, ainda na gestão de NelsonTrad Filho (PTB), mas desde então figurou na lista de obras paradas na Capital.

O resultado foi vandalismo e depredação do prédio. A autorização para conclusão da construção veio somente em outubro de 2015.

Foram investidos, com recursos do Governo Federal, R$ 4.586.880,00, além do aditivo de mais R$ 450 mil para a conclusão, que incluiu rebaixamento da rede elétrica, refrigeração e término do estacionamento. O vereador Chiquinho Teles (PSD), que tem base eleitoral na região, disse que chegou a obter cerca de 10 mil assinaturas no ano passado para que a prefeitura concluísse a obra, "tão aguardada no bairro e que chega em boa hora", comentou.

Conforme o secretário, o projeto para a região é interligar a UPA com o Hospital da Mulher, a UBS (Unidade Básica de Saúde) e um Centro de Diagnóstico e Exames, que seria instalado no local que atualmente funciona o CRS (Centro Regional de Saúde) e será reformado e adaptado.

Ivandro revelou que o atual Hospital da Mulher vai sofrer alterações e receber novos equipamentos para atender, além da obstetrícia, como funciona hoje, também o acompanhamento ginecológico. Apenas não informou prazo para isso acontecer, mas que é projeto da prefeitura. Resta saber se vai haver tempo, considerando que estamos no último ano da gestão de Alcides Bernal (PP).

Transição – O secretário disse que, inicialmente, o atendimento no CRS e na UBS, que atendem interligados, serão transferidos para a UPA 24 horas, que atenderá urgência e emergência, a partir de amanhã à noite. “Não vamos desativar o atendimento de urgência e emergência durante a transição. Apenas o serviço na unidade básica vai ser interrompida na tarde desta quinta-feira”, explicou Ivandro.

O secretário lembrou que todos os equipamentos da unidade que será inaugurada são novos, mas os mobiliários da unidade básica (mesas e cadeiras) serão transferidos na tarde desta quinta-feira para a UPA. De acordo com Ivandro, no local vai funcionar a maior unidade de urgência e emergência do estado, com equipamento de raio-x, com digitalização de exames, leitos para repouso e aparelho de ultrassom.

Com o início do funcionamento da urgência e emergência na UPA, o atendimento no CRS também será desativado. Porém, o secretário de Saúde garante que o serviço de urgência e emergência não será prejudicado com a mudança de prédio.

Segundo Ivandro, o projeto da secretaria prevê a reforma do prédio da UBS e do Centro Regional de Saúde, que será transformado em Centro de Diagnósticos. “Com isso, queremos que o morador das moreninhas consiga todo o atendimento básico, urgência e emergência e até alta complexidade sem sair do bairro”, comentou.

Ultrassom – questionado sobre um aparelho de ultrassom, que estaria na caixa há pelo menos cinco meses no Hospital da Mulher, aguardando a instalação, o secretário disse que o equipamento vai funcionar na Unidade de Pronto Atendimento 24 horas. Para ele, o aparelho será mais bem aproveitado na unidade de serviço de urgência e emergência.

Ivandro confirmou que o aparelho foi adquirido com recursos do Fundo Municipal de Saúde, por indicação de emenda parlamentar do vereador Chiquinho Teles (PSD) para funcionar no Hospital da Mulher, mas que ele terá maior utilidade na unidade de urgência e emergência. “O serviço de urgência do Hospital da Mulher vai funcionar no UPA, que terá mais equipamentos”, destacou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions