A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Agosto de 2018

26/08/2011 08:16

Começa a valer hoje pagamento do transporte coletivo só com cartão

Marta Ferreira
Restrição ao dinheiro nos coletivos começa a vigor hoje, pelos ônibus articulados. (Foto: João Garrigó)Restrição ao dinheiro nos coletivos começa a vigor hoje, pelos ônibus articulados. (Foto: João Garrigó)

Já está valendo a restrição ao uso de dinheiro para pagamento do transporte coletivo em Campo Grande. A partir de hoje, em 45 ônibus articulados que rodam pela cidade, só será aceito pagamento com cartão eletrônico.ç

A intenção da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) é de que, até janeiro do ano que vem todos os ônibus passem a receber apenas o cartão.

Depois dessa primeira etapa, em outubro, o dinheiro não será mais aceito nas linhas alimentadoras (azuis), o que abrangerá aproximadamente 200 ônibus.

Esta semana, a Assetur (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campo Grande) informou que 78% dos usuários já haviam adquirido o cartão. Ele pode ser comprado e carregado, nos terminais Peg Fácil, na Praça Ari Coelho, nos demais terminais de ônibus, na sede da Assetur e em conveniências e drogarias conveniadas. São serca de 120 pontos, conforme a empresa.

A Assetur está disponibilizando a confecção do cartão também pela internet, no site .

Um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) assinado ontem prevê, ainda, alternativa para o usuário, proposto pelo MPE (Ministério Público Estadual) após críticas à mudança.

Pelo acordo, as empresas de ônibus terão que disponibilizar cartão avulso para venda aos usuários que não estiverem portando o cartão, com o direito de no máximo quatro viagens por mês. O monitoramento dos beneficiados poderá ser feita com uso de imagens do circuito interno dos coletivos.



DUVIDO.... que essa iniciativa vá inibir a ação dos MARGINAIS.
Esses vagabundos, vão roubar os passageiros.O que deve ser feito é acabar ou minimizar ações criminosas.
Os empresários, provavelmente estarão parcialmente livres,mas o povo que enche o bolso dos referidos empresários, continuarão sendo alvo da marginalidade. E ai qual vai ser a saída? Usuários, cobrem ações eficazes, no que se refere a segurança de vocês, é um DIREITO que lhes ASSISTEM.
Boa Sorte.
 
neyde de oliveira em 26/08/2011 09:57:50
ola, no meu ponto de vista, as empresas com suas visões capitalistas estão sufocando os direitos de cidadãos, adquiridos na Constitiuição, por exemplo, se eu não posso pagar um serviço e ou quaisquer negociação financeira com meu dinheiro, estão sendo vetados os meus direitos, que, aliás, só são válidos nos dias de Eleições quando tenho que ajudar a eleger um desses que sempre vemos por ai. Me coloco à inteira disposição desta instituição de comunicação para um possivel desabafo, pois é lamentavel ver as pessoas só aceitando as mudanças advindas da vida moderna e não se dando contas que estão apenas sendo peças do quebra-cabeças que é montado a cada dia pelos bossais do capitalismo. (6792356946 - Pr Paulo Santos)
 
PASTOR PAULO SANTOS em 26/08/2011 09:21:05
quem tiver viajando na cidade for pegar ônibus vai ficar difícil só pensa neles os passageiro não estão nem ai
 
RONALDO ALEXANDRE DOS SANTOS em 26/08/2011 08:41:05
Que Brasil é este!!!!!!?????!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Em meu próprio país eu não posso sequer utilizar a moeda corrente e oficial.....?
Mesmo Constituição federal e o código penal dizerem que isto é crime
Isto é muito mais do que crime É ATENTADO CONTRA A SOBERANIA NACIONAL e contra a dignidade do povo e mais uma vez se vê que o direito mais natural e constitucional se sucumbi perante a ganância dos poderos e de seu poder econômico e com uma agravante tudo isto com o aval do MP que é quem tem o dever constitucional de zelar pela lei e pelos direitos do povo pois é este quem é o fiscal da lei e seus agentes recebem um salário mais que dignos para exercerem este poder...
TAMOS PERDIDOS....!!!!!!!!!!!!!!!
 
Paulo Candido em 26/08/2011 04:36:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions