ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  10    CAMPO GRANDE 11º

Capital

Contra enchentes, começa obra de piscinão nos altos da avenida Mato Grosso

A estrutura terá capacidade para reter 34,8 milhões de litros de água

Por Lucia Morel | 04/07/2022 18:48
A bacia de retenção vai receber a enxurrada captada pelo sistema de drenagem existente em bairros próximos. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)
A bacia de retenção vai receber a enxurrada captada pelo sistema de drenagem existente em bairros próximos. (Foto: Prefeitura de Campo Grande)

Começou a obra de piscinão nos altos da Avenida Mato Grosso que vai evitar enxurradas e alagamentos em Campo Grande. Segundo a prefeitura, a estrutura terá capacidade para reter 34,8 milhões de litros de água.

A bacia de retenção vai receber a enxurrada captada pelo sistema de drenagem existente em bairros próximos, que juntos têm um território de 123 hectares. A obra foi planejada para regular o fluxo de águas pluviais que vão em direção aos lagos do Parque das Nações Indígenas e assim evitar o assoreamento.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, como se trata da nascente do Córrego Reveilleau, com características de brejo, a estrutura da bacia de retenção é diferente das construídas em outras regiões. Ao invés de aterro e compactação, com cobertura de grama, este piscinão terá as margens revestidas de gabião com muros de contenção de até 4 metros de altura.

“Esta nascente recebe um grande volume de água captada pela drenagem construída nos bairros situados no entorno do Parque dos Poderes, Vila Nascente, Jardim Veraneio e Danúbio Azul. Junto com a enxurrada vem muita areia o que acaba contribuindo para o assoreamento dos lagos do Parque da Nações. A bacia vai reter estes sedimentos, mas será preciso uma manutenção permanente para retirada deste material para assorear o próprio piscinão”, explica o secretário.

Nos siga no Google Notícias