A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/01/2014 10:52

Comissão da OAB discute decisão judicial que barrou “rolezinho”

Lidiane Kober

Comissão, montada pela OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul), discutirá, nesta sexta-feira (24), decisão judicial que barrou “rolezinho” no Shopping Campo Grande, previsto para as 16h20 deste domingo (26).

De acordo com o coordenador do grupo, advogado Eduardo Pereira Brandão Filho, na reunião, serão “definidas as estratégias” a respeito da decisão judicial. Questionado se a OAB deverá recorrer para suspender a liminar, ele evitou antecipar informações.

A princípio, a OAB montou a comissão para garantir uma manifestação pacífica por parte dos jovens, combater práticas de violência e depredação e intermediar em possíveis situações de embate entre manifestantes e autoridades policiais.

A decisão de suspender o “rolezinho” é em resposta à ação de Interdito Proibitório e Antecipação de Tutela, apresentada pela BR Malls, administradora do shopping. A empresa alega temor que se repitam confusões e problemas, registrados em outros estabelecimentos do país.

Justiça proíbe "rolezinho" e manda PM reforçar segurança de shopping
A Justiça concedeu liminar e proibiu a realização do "rolezinho" no Shopping Campo Grande no domingo, a partir das 16h20, sob pena de multa de R$ 1 m...
‘Rolezinho’ não é exercício da democracia. É um insulto a ela
Com a disseminação dos chamados “rolezinhos”, iniciou-se uma discussão acalorada sobre o direito dos shoppings centers exercerem o controle de acesso...


Por favor OAB-MS, tem muita gente sendo assassinada e as as famílias ficando sem nenhum tipo de amparo legal. Vamos se dedicar a essas famílias. Vamos se dedicar para acabar com esses impostos, que são um assalto, um roubo. Vamos brigar para condenar políticos corruptos. Rolezinho? É falta do que fazer, tanto os que vão para bagunçar, como para os Sr Advogados da OAB. Saudades daquela OAB que em 1964, apoiou o Movimento de 31 de Março. Hoje vocês renegam, mas os jornais da época, comprovam. OAB, mídia, Globo, Igreja e etc, apoiaram. Vou parar por aqui, daqui a pouco tem algum advogado me processando. Apesar de ser um país livre, cuidado, que a verdade dá cadeia.
 
Rogério Martins em 24/01/2014 11:24:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions