ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Complexo da Seleta volta a leilão com lance mínimo de R$ 7 milhões

O imóvel pode ser parcelado, com sinal de 40% do valor e o restante em dez vezes

Por Aline dos Santos | 17/12/2020 12:17
Imóvel é avaliado em R$ 17,8 milhões, mas tem lance a partir de R$ 7 milhões na Justiça do Trabalho. (Foto: Arquivo)
Imóvel é avaliado em R$ 17,8 milhões, mas tem lance a partir de R$ 7 milhões na Justiça do Trabalho. (Foto: Arquivo)

Com lance mínimo de R$ 7 milhões, o prédio da Seleta Sociedade Caritativa é ofertado em leilão até o próximo dia 24. O certame é uma nova tentativa da Justiça do Trabalho de Campo Grande de arrecadar recursos para quitar dívidas trabalhistas.

Conforme o edital, o imóvel pode ser parcelado, com sinal de 40% do valor e o restante em dez vezes. A estrutura, que ocupa quase uma quadra na Vila Esplanada, é avaliada em R$ 17,8 milhões. A construção fica entre as ruas Pedro Celestino, Dolor Ferreira de Andrade e  João Pessoa.

O complexo de edificações tem barracões, salas, copas, cozinhas, recepções, salões de confraternização e jogos, churrasqueira e quadras de futebol. O terreno é de 19.520 m² (metros quadrados), com 6.400m² de construção.  Até o fim da manhã desta quinta-feira (dia 17), foram 141 visitantes, mas nenhum lance. Para ver o edital, clique aqui

Imóvel ocupa quase uma quadra na Vila Esplanada, em Campo Grande.
Imóvel ocupa quase uma quadra na Vila Esplanada, em Campo Grande.

A instituição “quebrou” depois que decisões judiciais impediram a manutenção dos convênios com o poder público. De lá para cá, inúmeros processos contra a Seleta minaram a capacidade de atuação da entidade, que se viu obrigada a pagar dívidas trabalhistas através da venda de imóveis em leilão judicial.

No mês de maio, foi vendida chácara avaliada em R$ 450 mil, mas arrematada por R$ 270 mil, que era o lance mínimo para participar do pregão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário