A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/08/2013 13:36

Concurso do TCE tem poucos atrasados e atrai gente de fora de MS

Lidiane Kober
A uma hora do prazo final da prova objetiva, mais da metade dos inscritos já estava no lado de fora dos portões (Foto: Cleber Gellio)A uma hora do prazo final da prova objetiva, mais da metade dos inscritos já estava no lado de fora dos portões (Foto: Cleber Gellio)

O concurso para auditor estadual de controle externo do TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul), realizado neste domingo (4) em Campo Grande, registrou poucos atrasados e atraiu concorrentes de outros estados. Conforme os organizadores, apenas cinco inscritos perderam o horário e ficaram do lado de fora da UCDB, onde as provas estão sendo realizadas.

No total, 1.869 pessoas se inscreveram para concorrer a 30 vagas de preenchimento imediato e 20 de reserva, com salário de R$ 6,4 mil. O engenheiro agrônomo Marco Antônio Cotrin, 33 anos, veio de Taubaté (SP) para fazer a prova. “Já estou tentando há algum tempo entrar nesta carreira e, quando li a notícia, decidi realizar o concurso”, contou.

Ele gostou de Campo Grande e se entusiasmou para morar em Mato Grosso do Sul. “O nível da prova foi médio, agora é torcer para passar”, comentou. O concurseiro ainda elogiou a organização da prova, comandada pela PUC do Paraná. “Foi tudo perfeito”, disse.

Para o administrador Ricardo Mota Maciel, 36 anos, a prova foi difícil. “Não me preparei o suficiente”, confessou. Ele também não viu problemas na organização do concurso, mas se surpreendeu com o número de ausentes em sua sala. “Contei 48 cadeiras e vi 31 ocupadas”, relatou.

A economista Bruna Mendes, 23 anos, considerou o concurso fácil e estranhou receber a prova grampeada com o caderno de respostas. “Nunca tinha visto isso”, comentou. Segundo os organizadores, o procedimento é de praxe. “Tudo veio lacrado no mesmo pacote e personalizado para cada concorrente”, explicou um membro da equipe de organização.

Na sala de Bruna, o número de faltosos foi de acordo com a média dos demais concursos. Já Marco Antônio se surpreendeu com a presença em peso dos concorrentes. “Quase ninguém faltou”, disse. A prova objetiva iniciou às 8h30 e encerrou às 12h30. O teste discursivo será realizado das 15 às 19 horas. As portas serão abertas às 13h50 e fechadas às 14h50.

Estrutura – A realização do concurso envolveu 150 pessoas, entre fiscais, médicos, seguranças e pessoal de higiene. Foram 38 salas ocupadas pelos candidatos, sendo 36 com 50 candidatos/cada e duas salas para portadores de necessidades especiais. Foram ainda utilizados detectores de metais nos banheiros, ambulância e todos os candidatos eram obrigados a deixar os celulares antes de entrar nas salas.

Conforme o edital do concurso, amanhã (5), a partir das 12h, será divulgado o gabarito oficial provisório da prova objetiva e os parâmetros de correção do teste discursivo no endereço eletrônico www.pucpr.br/concursos/tcems/auditorexterno, menu Resultado.

A partir da divulgação do gabarito da prova objetiva, o candidato terá o prazo de dois dias úteis para interpor recurso, utilizando-se do formulário específico que estará disponível no endereço eletrônico www.pucpr.br/concursos/tcems/auditorexterno, menu Recursos.

Os recursos da Prova Objetiva serão apreciados pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, que os julgará em até 12 (doze) dias úteis. O resultado dos recursos da Prova Objetiva será dado a conhecer ao candidato individualmente via internet, no endereço eletrônico www.pucpr.br/concursos/tcems/auditorexterno, menu Resultado.

Provas do concurso do TCE acontecem amanhã; portões serão abertos às 7h
Serão realizadas amanhã (04/08) as provas objetiva e discursiva do concurso para Auditor Estadual de Controle Externo do TCE (Tribunal de Contas de M...
Concurso do TCE-MS será realizado no domingo; confira horários das provas
As provas do concurso para Auditor Fiscal de Controle Externo, do TCE-MS (Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul) serão aplicadas neste domingo (4)...
Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...


Maracutaia pura! A prova objetiva (manhã) e discursiva (tarde) valendo a mesma quantidade de pontos (100/100). Sendo que a discursiva composta de apenas 2 questões, sendo que uma delas referente a contabilidade privada (Lucro Real, Presumido e Simples Naciona), só pode ter sido proposital. Eu duvido que alguém, por mais dedicação que teve nesse concurso, pensou em estudar esse tema! Esse tema não é cobrado em provas de Auditor de Controle Exerno! Foi pegadinha de mal gosto pra privilegiar os apadrinhados, certeza! Quero só ver as notas da prova discursiva Tânia Garib e da irmã do Nelsinho Trad. Abre o olho Ministério Público!!!
 
Daniela Souza em 05/08/2013 10:36:28
Não concordo com a opinião quanto a organização do exame. Primeiro ausência de cartão de resposta, o mesmo era uma folha sulfite grampeada na capa da prova. O grampo atrapalhava a leitura dos itens que constavam na parte superior esquerda das folhas (tive que tirar o grampo e manusear as folhas soltas). A distribuição dos itens não obedeceu o conteúdo programático do edital, as matérias estavam todas misturadas dentro de dois grande blocos: conhecimentos gerais e específicos, e como a quantidade de matéria cobrada era muito grande, na hora de resolver as questões você não sabia aonde estavam as questões referentes a matéria X ou Y. A prova discursiva tinha apenas 2 questões, uma delas referente a contabilidade privada (com tanta coisa + específica pra cobrar), inédito neste tipo de prova!
 
José Satntiago em 05/08/2013 08:15:10
Estarei atento ao "Resultado Final", pois quero saber qual dos Conselheiros conseguiu "aprovar" o maior numero de afilhados nessa maracutaia... Hehehehe!
 
Jairo Miranda em 04/08/2013 17:58:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions