A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/05/2018 18:02

Confusão em penitenciária tem preso no telhado e “tiros de advertência”

Toda a ação foi filmada por parentes de detentos que aguardavam para pegar senha de visita no fim de semana

Guilherme Henri e Geisy Garnes
Preso é filmado caminhando em muro da Máxima nesta tarde em Campo Grande (Foto: Reprodução)Preso é filmado caminhando em muro da Máxima nesta tarde em Campo Grande (Foto: Reprodução)

Preso que não foi identificado conseguiu subir no telhado do Instituto Penal de Campo Grande na tarde desta quinta-feira (3) e foi contido por policiais, em ação com tiros de “alerta” e que provocou tumulto entre parentes de internos que estavam no local. Toda a movimentação foi filmada.

No presídio, cumprem pena mais de 1,4 mil homens, em um espaço projeto para pouco mais de 400. O Campo Grande News teve acesso ao vídeo e nas imagens é possível ver que o detento veste calça jeans e camiseta rosa. Ele não só conseguiu acesso ao telhado da unidade, como ainda pulou o muro e ficou na cobertura de zinco, perto da rua. Depois dos disparos, cai de uma altura estimada em 7 metros.

A ação foi filmada por parentes de presos que aguardavam no local para pegar senha de visita no fim de semana. Uma mulher gritou para que o detento desça. Contudo, ele continuou a caminhar de um lado para outro na cobertura.

Nas imagens, é possível ouvir diversos tiros de dentro das unidades penais. Enquanto isso, agentes penitenciários e policiais militares estão na rua e no telhado tentando cercar o preso, que continua a andar na cobertura.

Familiares de presos acompanharam toda a ação nesta tarde em frente a unidade penal (Foto: Geisy Garnes)Familiares de presos acompanharam toda a ação nesta tarde em frente a unidade penal (Foto: Geisy Garnes)

Ao ver que seria cercado, o preso vai em direção ao Presídio de Segurança Máxima, pula fios de alta tensão e segue para o muro da unidade onde continua a caminhar. Depois, ele volta para o telhado da unidade e segue na direção oposta, caindo dentro do presídio.

No final da gravação, um policial militar é filmado tentando acalmar as mulheres que estão na rua acompanhando o movimento. Elas pedem “pelo amor de Deus”. Em reposta, o militar diz: “nós sabemos o que estamos fazendo. Está tudo dentro da legalidade” e vira as costas.

Quem filma ainda encerra a gravação descrevendo a cena como “situação de conflito” no presídio, citando que foram disparados pelo menos 20 tiros na ação de contenção ao preso.

Famílias – Mulher de 39 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, acompanhou toda a ação e se disse “assustada”. “Tinha mulher grávida e criança aqui. Quando os tiros começaram nossa preocupação era se ninguém ia ser atingido. Já temos que passar por tanta coisa para tentar visitar nossos maridos. A única coisa que queríamos era segurança”, desabafa.

Agepen – A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) confirmou os disparos de alerta. A unidade ainda informou que após ser imobilizado, o detento – que não teve identidade revelada – foi alojado preventivamente em cela disciplinar.

A agência afirma que não há como confirmar se de fato se tratou de tentativa de fuga e que será aberto procedimento disciplinar para apurar o que ocorreu.

Veja o vídeo:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions