A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

07/06/2018 13:48

Consórcio Guaicurus lança aplicativo para clientes carregarem cartões

O aplicativo está disponível somente para android e cliente terá que usar cartão de crédito

Izabela Sanchez e Kleber Clajus
Clientes podem carregar o passe com cartão de crédito (Marina Pacheco)Clientes podem carregar o passe com cartão de crédito (Marina Pacheco)

O Consórcio Guaicurus – responsável pelo transporte público em Campo Grande – lançou um aplicativo de celular para que os clientes possam carregar o cartão de passe, o PegFácil. Por enquanto, a tecnologia está disponível apenas para o sistema Android. O carregamento do passe também só ocorre por meio de cartão de crédito. O aplicativo estará disponível para o sistema ios em 90 dias.

A tecnologia para celular foi desenvolvida durante oito meses. Pelo aplicativo, além de carregar o passe, os clientes podem acompanhar a rota, linhas e horários de ônibus e enviar sugestões.

Diretor-presidente da Agetec (Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação), Paulo Fernando Garcia, destacou que o aplicativo vai permitir que as pessoas interajam mais com o serviço utilizado. A tecnologia ainda permite visualizar a rota de férias e realizar a própria rota.

O PegFácil já está disponível para o sistema android (Reprodução)O PegFácil já está disponível para o sistema android (Reprodução)

“Já temos uma tecnologia no ônibus, uma das mais representativas no país, a adoção desse aplicativo já estava previsto no contrato, mas estamos fazendo além”, comentou o diretor-presidente do Consórcio, João Resende.

O diretor-presidente também aproveitou a ocasião para cobrar que os corredores de ônibus “saiam do papel”.

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) afirma que o aplicativo deve acabar com a espera nas filas de terminais e pontos para carregar o passe, além de agilizar o embarque nos ônibus. Marquinhos também pediu que o Consórcio “presenteie” a cidade com 30 ônibus novos.

“Não temos números fechados ainda, o prefeito anunciou o pedido e temos que considerar ao tentar cumprir ou chegar mais próximo. Ainda estamos fechando o quantitativo e negociando com a montadora”, comentou o diretor-presidente do Consórcio.

A prioridade, segundo afirmou, é a troca de ônibus articulados que estão “fora da validade”. Alguns exemplares datam de 2005 e 2006, mas a previsão contratual estipula prazo máximo de 10 anos.

Outra novidade é que o Consórcio estuda a extinção dos ônibus “Fresquinhos”, como são conhecidos os Executivos. A frota deve ser substituída com novos veículos convencionais com ar-condicionado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions