ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Consultas ginecológicas são suspensas em Centro de Testagem após temporal

Gambiarra no telhado para estrutura não ser levada pelo vento garantiu menos avarias ao prédio

Gabriela Couto e Cleber Gellio | 07/10/2022 09:12
Uma das lâminas de telha foi levada pelo vento, mas pacientes aguardam atendimento. (Foto: Cléber Gellio)
Uma das lâminas de telha foi levada pelo vento, mas pacientes aguardam atendimento. (Foto: Cléber Gellio)

Parte do telhado do Centro de Testagem e Acolhimento, localizado na Rua Anhandui, em frente ao Horto Florestal, em Campo Grande, foi levado pelo vento durante o temporal que caiu na tarde ontem (6). Os servidores garantiram a permanência do restante da estrutura colocando pedaços de troncos para fazer peso sobre as folhas de telhas térmicas, para que 'voassem'.

Mesmo assim, parte do telhado desabou em três pontos, após a água da chuva encharcar o gesso do teto. O gerente da unidade, Marco Aurélio Almeida Soares, afirma que o atendimento foi prejudicado por conta das avarias.

Funcionários colocaram troncos de árvore para fazer peso e segurar parte do telhado. (Foto: Cléber Gellio) 
Funcionários colocaram troncos de árvore para fazer peso e segurar parte do telhado. (Foto: Cléber Gellio)

“Estamos funcionando normalmente, apesar de ter comunicado ontem que estaríamos fechados. Apenas um setor, o de consultas ginecológicas, foi suspenso. Seriam 18 pacientes que serão remarcados”, afirma.

Os pacientes podem entrar em contato com o centro para remarcar as consultas pelo telefone (67) 202-1701. Vale ressaltar que os atendimentos aos pacientes com HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) seguem normalizados até às 17h. “Era nossa preocupação maior, por conta da medicação para o tratamento. Por dia recebemos 80 pessoas. Só hoje 60 marcados com infectologista e não poderíamos deixar de atender, mesmo com essas avarias.”

Um dos pontos em que o gesso do teto cedeu, por conta da infiltração com a água da chuva. (Foto: Cléber Gellio)
Um dos pontos em que o gesso do teto cedeu, por conta da infiltração com a água da chuva. (Foto: Cléber Gellio)


Nos siga no Google Notícias