A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

29/08/2019 12:41

Corrida por vacina contra sarampo esgota doses na UBS Tiradentes

Às 9h já não havia mais vacinas contra a doença, alvo de preocupação pelo aumento de casos no Brasil

Izabela Sanchez
Sala cheia em frente à sala de vacinação na UBS Tiradentes no final da manhã desta quinta-feira (29) (Foto: Izabela SanchezSala cheia em frente à sala de vacinação na UBS Tiradentes no final da manhã desta quinta-feira (29) (Foto: Izabela Sanchez

A corrida para imunizar contra o sarampo – que voltou a preocupar o Brasil depois de ter sido erradicado – esgotou as doses da vacina na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro Tiradentes, que funciona dentro do CRS (Centro Regional de Saúde). Por ali, quem foi em busca de imunização nesta quinta-feira (29), às 9h já não encontrou doses.

Funcionários do local informaram que a procura foi intensa. Quem teve a busca frustrada, disseram, resolveu buscar a vacina nas UBSs da Vila Carlota e Coronel Antonino, locais que ainda dispõem de doses.

Na Vila Carlota, o final da manhã mostrava um cenário vazio e tranquilo, sem fila. A sala de vacina, ainda assim, não ficava vazia. Por ali a procura foi intensa desde às 7h. O aposentado Rodney de Barros, 50, ficou na dúvida ao olhar a carteirinha de vacina e resolveu ir até o posto para se informar melhor.

“Fiquei com medo pelo aumento de casos”, disse. No local, descobriu que não precisa da vacina.

Na UBS São Francisco, na Rua Rui Barbosa, o mesmo cenário vazio. O posto também tem doses da vacina. Julio de Miranda Bastos Neto, 27, foi acompanhado da mãe, também para se informar. Nem ele nem a mãe lembram se ele recebeu as duas doses exigidas na infância. Julio vai viajar para São Paulo – que responde por 98% dos casos no país – e resolveu prevenir.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou, por meio de assessoria de imprensa, não ter sido notificada sobre a situação no posto de saúde do bairro Tiradentes. A secretaria ainda informou que, caso notificada pela UBS, a falta seria pontual e que vai apurar a situação.

Vacinas – Campo Grande recebeu na quarta-feira (28) 3,5 mil das 23 mil doses extras da vacina enviadas pelo Ministério da Saúde a Mato Grosso do Sul, destinadas aos bebês entre seis meses e onze meses e nove dias.

No Estado, segundo a Secretaria de Saúde, foram registradas este ano 27 suspeitas da doença e 19 foram descartadas. Isso significa que 8 casos ainda estão sendo investigados, entre eles o de um bebê de 10 meses, de Campo Grande, que ainda não havia recebido a imunização.

O aumento no número de casos da doença fez com que o Ministério da Saúde abrisse uma exceção na imunização contra o sarampo: a dose zero, que pode ser aplicada em bebês de 6 meses a menores de 1 ano.

Além da dose zero, há a primeira dose que deve ser aplicada em todas as crianças que completaram 1 ano de idade. Por último, há o reforço ou segunda dose, aplicada aos 15 meses, última dose a ser tomada por toda a vida.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions