A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

22/08/2019 16:50

Sesau diz que bebê com suspeita de sarampo veio de São Paulo

Menino havia viajado recentemente para o estado vizinho, que concentra o surto da doença no País

Marta Ferreira
Primeiro teste que confirmou doença foi feito no  Lacen em Campo Grande. (Foto: Arquivo)Primeiro teste que confirmou doença foi feito no Lacen em Campo Grande. (Foto: Arquivo)

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) de Campo Grande investiga caso de sarampo em um bebê de 10 meses, que não era vacinado e tinha viajado recentemente para São Paulo, estado onde está havendo surto da doença. O primeiro teste  foi feito no Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública) em Campo Grande e ainda não teve resultado divulgado. Será feito outro exame, na Fundação Osvaldo Cruz, no Rio de Janeiro, para isolar o vírus e detalhar o episódio. O resultado sai em até 15 dias.

De acordo com a Secretaria, se confirmado, trata-se de mais um caso importado, ou seja, ainda não foi registrada transmissão local da doença. Seria o segundo registro desde a semana passada. Um médico, que também havia viajado para São Paulo, foi o primeiro registro.

Nos dois casos, foi feito o chamado bloqueio vacinal, imunizando todas as pessoas que tiveram contato com o paciente e não haviam recebido as doses. Depois da descoberta do caso do médico, foram cerca de 90 imunizações.

Para esse caso mais recente, ainda não foi divulgado o número de pessoas imunizadas. Isso vai acontecer com a família da criança, pessoas que tiveram contato com ela no hospital onde foi atendida, o São Lucas, e ainda crianças atendidas no local no dia 19 de agosto.

Sem pânico - A Sesau, depois de confirmar a investigação, disse não haver motivo para pânico. A informação é de que todos os procedimentos estão sendo adotados e há vacinas disponíveis em todas as unidades de saúde para proteção, principalmente para os bebês e crianças.

Existe a preocupação da chegada do vírus a Campo Grande, o que geraria transmissões locais, porque dos cinco estados que fazem divisa com Mato Grosso do Sul, três já registraram casos de sarampo, conforme o boletim divulgado nesta quarta-feira (21) pelo Ministério da Saúde. Além de Paraná e São Paulo, que já tinham registros, agora Goiás também apresentou casos da doença. Ao todo a doença até pouco erradicada do Brasil, está presente em 11 estados, com mais de 1,6 mil casos confirmados e 7,4 mil notificados.

O surto é fortemente concentrado em no estado de São Paulo, responsáveis por 1.662 casos, 98,9% do total, com ocorrências em 74 municípios.

Em Campo Grande, o último registro é de 2011, de uma turista francesa que esteve em Bonito.

(Matéria editada às 17h22 para correção de informação)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions