A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/06/2013 14:10

CPI vai fazer acareação entre reitora da UFMS , Dorsa e funcionária ameaçada

Aline dos Santos
Ex-diretor do HU, Dorsa vai voltar a ser ouvido por comissão. (Foto: João Garrigó)Ex-diretor do HU, Dorsa vai voltar a ser ouvido por comissão. (Foto: João Garrigó)

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara Municipal de Campo Grande vai colocar frente a frente a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Célia Maria Silva Correa Oliveira, o ex-diretor do HU (Hospital Universitário), José Carlos Dorsa Vieira Pontes, e a física Regina Borges Prestes César, funcionária do setor de radioterapia do hospital.

A acareação, marcada para as 15h do próximo dia 4, será para esclarecer pontos de contradição nos depoimentos já prestados pelos três à comissão. A reitora declarou que Dorsa tinha autonomia para dirigir a unidade hospitalar.

Já a funcionária declarou sofrer ameaça de morte e que a saída do ex-diretor foi apenas no papel, pois ele ainda comandaria o HU. Na versão dela, Dorsa articulou para inativação do setor. O ex-diretor, por sua vez, responsabilizou a família Siufi.

Conforme o site de notícias da Câmara, o cronograma da CPI começa na segunda-feira. Às 9h, serão ouvidos o ex-diretor-geral do Hospital Universitário, Gualberto Nogueira de Leles, e o médico Norberto de Souza Paes, que já foi responsável pelo serviço de radioterapia no núcleo. Na quarta-feira, às 14h, a oitiva será com familiares de pacientes e usuários dos serviços no hospital.

A CPI foi criada após divulgação de denúncias da operação Sangue Frio, realizada em março pela PF (Polícia Federal). A suspeita é que a rede pública de atendimento ao câncer, especificamente na radioterapia, foi desmontada para privilegiar o setor privado. Além do HU, a polícia apreendeu documentos no Hospital do Câncer, na residência do médico Adalberto Abrão Siufi (ex-diretor-geral da unidade) e na clínica Neorad, que pertence a Siufi.

Vereadora coloca como "insustentável" permanência de reitora no cargo da UFMS
A vereadora Luiza Ribeiro (PPS) endureceu ontem o discurso contra a reitora da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Célia Maria Silva C...
Funcionária diz sofrer ameaças e conta que Dorsa ainda comanda HU
Em depoimento à CPI da Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande, a física responsável pelo setor de radioterapia do Hospital Universitário, Regina B...


Está aí uma casa nobre na qual que os jovens que protestam nas ruas de Campo Grande deveriam se engajar. VAMOS PASSAR A UFMS A LIMPO!!! Cadê a força das pessoas de bem daquela instituição????
 
Marcos Rodrigues Silva em 29/06/2013 17:53:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions