A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/05/2013 18:03

Curiosidade fez garapeira lucrar com incêndio em lojas no Centro

Francisco Júnior e Gabriel Neris

Diante do caos no centro de Campo Grande provocado pelo incêndio em duas lojas nesta tarde, a garapeira Vani Valéria, de 44 anos, conta que nunca vendeu tanta garapa quanto hoje.

O carrinho dela com o equipamento utilizado para produção de garapa fica posicionado em frente ao banco Bradesco, na Afonso Pena esquina com a rua Calógeras, cerca de 25 metros distante da loja Planeta Real, um dos estabelecimentos destruídos pelo fogo.

Vani diz que foi alertada por uma cliente sobre o incêndio. “ Eu nem tinha percebido nada. Uma cliente chegou e disse que estava pegando fogo”, conta a comerciante que está naquel ponto há 1 ano.

Por conta da visão privilegiada do local do incêndio, segundo a garapeira, as pessoas que passavam pelo centro pararam para ver o que estava acontecendo e aproveitavam e tomavam uma garapa. “ Nunca vendi tanto como hoje”, afirma lamentando estar faturando numa situação como essa.

Ela conta que a notícia sobre o incêndio se espalhou rapidamente e centro ficou tomado por curiosos. “ O povo foi chegando conforme a fumaça foi se espalhando”, comenta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions