A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

27/07/2019 09:49

De tocaia, vítima de furto flagra suspeito que entrou pela 2ª vez na casa

Dono da casa desconfiou que suspeito voltaria e deixou carro no vizinho para aparentar que não ninguém no local

Silvia Frias
Caso foi registrado na delegacia da região central de Campo Grande (Foto/Divulgação)Caso foi registrado na delegacia da região central de Campo Grande (Foto/Divulgação)

Desconfiado de ter sido vítima de furto, morador do bairro Santa Luzia resolveu ficar de tocaia ontem, à espera da volta do suspeito, que faria a segunda incursão. Ao ser confrontado, o homem entrou em contradição e o dono casa acionou a PM (Polícia Militar).

O dono da casa, de 38 anos, disse que a primeira vez que encontrou o suspeito foi na quinta-feira (25), por volta das 19h30. O homem aproveitou que a garagem estava aberta para entrar e perguntar se alguém poderia doar alguma coisa. Depois de receber arroz, perguntou se poderia levar uns ferros e uma bateria que estavam no quintal, mas o dono disse que não.

Ontem, por volta das 14h, a vítima recebeu ligação da filha. A menina disse que o homem havia voltado, bateu palmas e, por achar que não havia ninguém na casa, pulou o muro e estava no quintal. O suspeito foi embora antes da chegada do primo dela, acionado para socorrê-la.

Somente quando chegou pode verificar o que o homem tinha levado, e percebeu que a roda de caminhonete havia sumido.

A vítima achou que o suspeito poderia voltar e resolveu guardar o carro no vizinho, para que ele acreditasse que a casa estava vazia. Por volta das 19h30, a esposa chegou, estacionou o carro na garagem e deixou o portão sem fechar com cadeado, pois iria sair logo a seguir; na sequência, a filha deles viu o suspeito novamente dentro do quintal.

Ela foi até o homem e perguntou o que estava fazendo ali. Em resposta, disse que iria limpar o terreno para fazer uma horta, a pedido do pai dela. Ao ser questionado sobre a roda da caminhonete, teria entrado em contradição, depois, que era trabalhador e pai de sete filhos.

A PM (Polícia Militar) foi acionada e todos foram para delegacia. O suspeito disse que foi convidado a entrar na casa, e que retornou porque a vítima teria prometido outra bateria, versão negada pelo dono da casa. À polícia, disse ter confessado o furto por ter sido ameaçado e o outro negou.

O suspeito foi preso em flagrante. A roda da caminhonete não foi recuperada.



Bom dia!
Gostaria de informar que nesta matéria existe alguns erros ortográficos.
 
vilmar em 27/07/2019 10:19:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions