A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/08/2012 17:57

Defesa Civil interdita casas na Vila Jacy após incêndio em figueira

Elverson Cardozo

Parte de uma área de entrada e saída de veículos no supermercado Maxxi, que fica nos fundos do terreno, também foi interditada.

Terreno onde árvore está plantada foi interditado. (Foto: Simão Nogueira)Terreno onde árvore está plantada foi interditado. (Foto: Simão Nogueira)
Incêndio aconteceu na madrugada de segunda-feira. (Foto: Simão Nogueira)Incêndio aconteceu na madrugada de segunda-feira. (Foto: Simão Nogueira)

A Defesa Civil interditou três casas na Vila Jacy, em Campo Grande, após incêndio em uma figueira centenária nesta terça-feira (14). A árvore pode cair a qualquer momento em cima das residências.

A situação preocupa os moradores. “Estamos apavorados sem saber o que fazer”, comenta a costureira Jane Barbosa dos Santos, de 62 anos, que já foi alertada a deixar o imóvel.

“Falaram que se a Defesa Civil pediu para deixar é porque a situação é grave”, completou. Jane Barbosa está ainda mais preocupada porque na casa moram crianças e o marido dela está doente.

A filha da costureira, a dona de casa Mary Estela dos Santos, de 41 anos, que mora nos fundos do terreno, disse que nem dormiu. É que a figueira fica bem nos fundos da casa dela e já começou a desprender alguns “galhos grandes”.

“A árvore é muito grande e vai pegar de jeito na minha casa”, disse. “Estou morrendo de medo”, acrescenta. Mary Estela passou a noite na casa da mãe, junto com os dois filhos.

Segundo a moradora, a Defesa Civil ficou de resolver a situação hoje à tarde, mas até agora nada foi feito e a figueira começou pegou fogo novamente. Na tarde desta quarta-feira (15) o Corpo de Bombeiros esteve no local para controlar novos focos e incêndio.

Morador do bairro, o pedreiro Nilson Guimarães Pereira, de 31 anos, conta que a área é frequentada por usuários de drogas e diz que ninguém sabe quem é o proprietário do terreno onde a figueira está plantada.

A situação, segundo o morador, põe em risco a segurança de todos. “Pode cair nas casas ou no mercado e abalar tudo”, afirmou.

“A árvore é muito grande e vai pegar de jeito na minha casa”, comenta Mary Estela. (Foto: Simão Nogueira)“A árvore é muito grande e vai pegar de jeito na minha casa”, comenta Mary Estela. (Foto: Simão Nogueira)
Costureira Jane Barbosa está preocupada com a situação. (Foto: Simão Nogueira)Costureira Jane Barbosa está preocupada com a situação. (Foto: Simão Nogueira)

A Defesa Civil confirmou as interdições nas casas na avenida das Bandeiras e em parte de uma área de entrada e saída de veículos no supermercado Maxxi, que fica nos fundos do terreno.

O órgão informou, ainda, que a situação já foi repassada à Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) que deverá identificar o proprietário do terreno para que alguma medida possa ser tomada.

A figueira centenária fica em um terreno baldio particular, localizado na rua Valparaíso, atrás do supermercado Maxxi. Segundo o Corpo de Bombeiros, ela mede 30 metros de altura e 20 de diâmetro. A área está interditada.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions