ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Depois de confusão com 2 horários, universidade decide remarcar provas

Por Mariana Lopes e Leonardo Rocha | 15/12/2013 10:29
Funcionário pegou nome de candidatos e disse que nova prova será realizada na terça e quinta-feira (Foto: Cleber Gellio)
Funcionário pegou nome de candidatos e disse que nova prova será realizada na terça e quinta-feira (Foto: Cleber Gellio)

Depois da confusão por causa de dois horários de prova marcados para a manhã deste domingo (15), e candidatos indignados com a falta de informação da organização do vestibular da Anhanguera/Uniderp, a instituição remarcou o exame para esta semana, na terça (17) e quinta-feira (19).

Por volta das 9h, um funcionário da universidade, que não quis se identificar, foi até o portão principal da Uniderp para conversar com os candidatos que aguardavam no local para fazer a prova que estava marcada para as 9h30.

Ele fez uma lista com o nome de todos os candidatos, aproximadamente 40, além do telefone e número do RG e CPF. Em seguida, o funcionário informou que uma nova prova será feita na terça-feira, das 18h às 20h30, e ainda tem outra prevista para quinta-feira, mas sem horário definido.

O funcionário ressaltou que não foi informado sobre o horário da prova às 9h30, neste domingo, e não soube explicar qual o motivo do erro da organização do vestibular. Após as orientações, o grupo de vestibulandos que estava em frente à universidade aguardando o segundo horário foi embora.

Inconformada com a desorganização e o tratamento recebido, Eliege Carneiro, 22 anos, que prestaria vestibular para Publicidade e Propaganda, está com medo de não conseguir ir fazer a prova na terça-feira por causa do trabalho.

“É muito injusto perder todo esse tempo no domingo de manhã e ter que voltar durante a semana, isso mancha a credibilidade da instituição”, pondera Eliege.

Para a fotógrafa Janaine de Souza, 22 anos, que também prestaria vestibular na manhã de hoje, os dias durante a semana são muito corridos, principalmente por causa de eventos, e o medo dela é de também não conseguir conciliar os horário com o trabalho.

“Meu trabalho não permite um dia durante a semana, eu já havia priorizado este domingo para fazer a prova, a própria Uniderp que disponibilizou este horário para as 9h30, e agora não cumpre”, reclamou Janaine.

Mas a situação é complicada mesmo para Ana Paula Angélica Ampero, 19 anos, que mora em Terenos, a 25 quilômetros de Campo Grande, e veio com a família toda neste domingo para a Capital.

Ela conta que o pai trabalha como motorista na cidade do interior do Estado e que muito difícil ela retornar durante a semana para fazer a prova. “Além do gasto com gasolina de hoje, preciso saber como vou vir durante a semana, quem vai arcar com meu prejuízo?”, questionou a jovem, que recebeu ontem uma mensagem da Uniderp confirmando o horário da prova de hoje.

A reportagem ligou para a assessoria de imprensa da Anhanguera/Uniderp e não obteve retorno sobre a situação.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário