A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

24/02/2015 11:11

Detento que tratava de tuberculose passa mal e morre em posto de saúde

Flávia Lima

Um interno do Estabelecimento Penal de Campo Grande morreu após passar mal na madrugada desta terça-feira. Segundo informações da assessoria de imprensa da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), Rudnei Guedes do Carmo, 38, fazia tratamento contra tuberculose desde novembro de 2014, mas segundo relatos dos companheiros de cela, ele havia interrompido a medicação por conta própria já que também apresentava um quadro de depressão há alguns dias, segundo os colegas.

De acordo com registro do Boletim de Ocorrência, o detento começou a passar mal por volta das 1h30 e foi socorrido e encaminhado desacordado para o posto de saúde do bairro Tiradentes pelo Corpo de Bombeiros. Ainda segundo informações do B.O, Rudnei teria sido levado sem escolta devido a falta de funcionários no estabelecimento penal.

A informação foi contestada pela assessoria, que garantiu que o preso foi escoltado por uma guarnição da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que nesses casos precisa participar da remoção, já que o detento estava desmaiado. Segundo a assessoria da Agepen, as escoltas são de responsabilidade da PM e não dos funcionários do sistema penitenciário. A assessoria está apurando de onde partiu a informação sobre a falta de escolta.

Segundo informações do B.O, um investigador telefonou no estabelecimento penal e pediu o comparecimento de algum servidor responsável pela custódia do detento, mas teria sido informado que o número reduzido de funcionários não permitira o deslocamento de um agente para dar mais detalhes sobre a morte de Rudnei, com isso o caso foi registrado como morte a esclarecer.

Ainda de acordo com informações da Agepen, o detento já havia passado por vários hospitais 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions