A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/03/2014 14:25

Doações para salvar Timóteo somam quase um mês de coleta no Hemosul

Luciana Brazil
Timoteo conseguiu reunir mais de 400 doadores (Foto: Divulgação)Timoteo conseguiu reunir mais de 400 doadores (Foto: Divulgação)
Doadores fizeram fila para ajudar. Doadores fizeram fila para ajudar.

Em poucas horas, a luta para o menino Timóteo, de 1 mês e 16 dias de vida, já reuniu cerca de 400 pessoas, na Igreja Batista, no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. Determinados, amigos e desconhecidos fazem fila para doar sangue. A ação teve início às 12 horas.

Segundo a família da criança, em apenas duas horas de ação as doações de sangue já alcançaram o que é coletado em quase um mês no hemocentro da Capital, o Hemosul.

Apenas um transplante de medula pode salvar a criança. Ele sofre da doença HLH (Linfohistiocitose Hemofagocítica). Nela o corpo agride o próprio sistema de defesa.

Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a mesma ação de coleta está sendo feita na tarde de hoje. Já em Brasília e Dourados, cidades que também aderiram à corrente, o apelo é para que as doações sejam feitas no hemocentro.

“Começamos a corrente na segunda-feira (24). Na terça-feira, a procura era tão grande que resolvemos abrir uma fan Page, que hoje já tem mais de 4 mil curtidas. E foi por meio da internet que outras cidades começaram a nos procurar”, disse o amigo da família Jonatas Cazari, 25 anos, designer.

Em Porto Alegre, parentes da família deram o pontapé inicial à ação.

Jonatas explicou também que a divulgação teve início com os amigos da igreja, mas a solidariedade deu a outro rumo a história. “As pessoas começaram a curtir na página do Facebook e foi aumentando e hoje muitas pessoas que estão aqui não são nem da igreja”.

Pastor da Igreja Batista, o pai da criança, Diego Recena, 34 anos, espera aumentar as chances do filho, já que apenas pelo DNA, existente no sangue, é possível encontrar um doador de medula compatível.

Os que decidiram ajudar fazem um cadastro como doadores de medula e a doação de sangue. Os dados são inseridos no Cadastro Nacional. “Se não conseguirmos um doador para o Timóteo, com certeza vamos conseguir um doador para outra pessoa”, disse Jonatas.

Ele garante que a campanha vai continuar. “Hoje foi apenas a primeira ação. Vamos continuar na luta”.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions