A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

14/02/2019 20:33

Dois dias depois, corpo furtado de cemitério é encontrado na Capital

Vítima estava enterrada em uma chácara de difícil acesso, na região do aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas

Adriano Fernandes, Guilherme Henri e Viviane Oliveira
Rosilei foi assassinada a facadas (Foto: Gazeta Aquidauana) Rosilei foi assassinada a facadas (Foto: Gazeta Aquidauana)
Cova de onde o corpo da vítima foi furtado na última terça-feira (12). (Foto: Marina Pacheco) Cova de onde o corpo da vítima foi furtado na última terça-feira (12). (Foto: Marina Pacheco)

A Polícia Civil encontrou no fim da tarde desta quinta-feira (14) em Campo Grande o corpo de Rosilei Potronieli, de 37 anos, que havia sido furtado do cemitério de Dois Irmãos do Buriti, a 83 quilômetros de Campo Grande, na última terça-feira (12). Um homem que apontou o local do corpo da vítima foi preso.

Rosilei estava enterrada em uma chácara de difícil acesso, perto do aeroporto Santa Maria, na saída para Três Lagoas. Militares do bombeiros fizeram a retirada da vítima da cova. Ela estava apenas com as roupas íntimas.

A polícia não informou se o homem preso hoje é o ex-namorado de Rosilei, que, segundo testemunhas, sempre foi obcecado pela vítima. O caso está sendo registrado na DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios). 

De acordo com a delegada Nelly Gomes dos Santos Macedo, responsável pelo caso, mais detalhes sobre a investigação só serão divulgados na manhã dessa sexta-feira (15), em coletiva de imprensa em Dois Irmãos do Buriti.

Assassinato – Rosilei foi esfaqueada na noite de sábado (09) em um bar de Terenos. Ela acertava a conta no caixa do estabelecimento, quando o trabalhador rural Adailton Couto, de 38 anos, chegou ao local em um Uno azul e a chamou para conversar ao lado do bar.

Poucos minutos depois, o suspeito sacou uma faca, esfaqueou a vítima e fugiu. Os golpes atingiram os braços, abdômen, nádegas e pernas da mulher. Ela foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao Pronto Socorro do município e na sequência transferida para Campo Grande, onde morreu na madrugada de domingo (10).

Acompanhado de um advogado o assassino se apresentou à polícia na tarde desta quinta-feira (13) e confessou o crime. Ele negou envolvimento com o sumiço do corpo e a previsão era de que fosse transferido para um presídio de Campo Grande, nesta quinta-feira (14).

Furto – Rosilei foi sepultada na noite da última segunda-feira (11). No entanto, na madrugada do dia seguinte (12), o corpo foi furtado do cemitério de Dois Irmãos do Buriti. Quem flagrou a situação foi o coveiro do local.

Dois homens, incluindo um ex-namorado de Rosilei, de 57 anos, e que era obcecado pela vítima são apontados como suspeitos. A previsão era de que eles se apresentassem hoje. 

Desde a descoberta do furto, as polícias do interior e da Capital se empenharam nas buscas, o que resultou não só na rápida identificação dos suspeitos, como também na apreensão do véiculo usado no furto. Até então, apenas o corpo ainda não havia sido encontrado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions