ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Drive-thru vai receber medicamentos vencidos nesta terça-feira

A ação será realizada pelo curso de Farmácia e ocorrerá das 7h às 12h, na entrada principal da UCDB

Por Mylena Fraiha | 27/05/2024 17:09
Vista aérea da UCDB, localizada no Jardim Seminário, em Campo Grande; o local será ponto de coleta de medicamentos vencidos (Foto: Divulgação)
Vista aérea da UCDB, localizada no Jardim Seminário, em Campo Grande; o local será ponto de coleta de medicamentos vencidos (Foto: Divulgação)

Nesta terça-feira (28), a UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) promove um drive-thru para recolhimento de medicações vencidas. A ação será realizada pelo curso de Farmácia e ocorrerá das 7h às 12h, na entrada principal da universidade, localizada na Avenida Tamandaré, 6000, no Jardim Seminário.

O local servirá como um ponto de descarte consciente de medicamentos vencidos ou não utilizados, com a coleta ocorrendo mensalmente, junto ao mutirão da Justiça Itinerante. “Queremos conscientizar toda a população sobre o descarte correto de medicamentos e embalagens vencidas ou que não devem mais ser utilizados. Para isso, ofereceremos um ponto de arrecadação na Universidade”, destacou a coordenadora do curso de Farmácia, Marla Ribeiro Arima Miranda.

Marla reforça que a ação da UCDB conta com a parceria da concessionária responsável pela gestão da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos de Campo Grande, a CG Solurb Soluções Ambientais Ltda. “A empresa ficará responsável por efetuar o recolhimento e o descarte correto dos resíduos, uma vez por mês”, completa a professora.

Lei - A professora ressalta que, desde 2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal n° 12.305, de 2 de agosto de 2010) estabelece a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos.

Ou seja, desde o fabricante até o consumidor final, todos são responsáveis solidariamente pelo resíduo originário do produto adquirido, bem como pelo seu gerenciamento adequado, por meio de um instrumento denominado logística reversa.

“A logística reversa consiste em viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial. Mais recentemente, o Decreto n° 10.388, de 5 de junho de 2020, instituiu a logística reversa de medicamentos domiciliares vencidos ou em desuso, de uso humano, industrializados e manipulados, e de suas embalagens após o descarte pelos consumidores”, explica Marla.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias