A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/07/2011 13:44

Dupla acusada de matar vigia no Santa Luzia vai a júri popular terça-feira

Nadyenka Castro

Crime aconteceu em 2010

No local do crime, manchas de sangue ainda eram vistas pela manhã. (Foto: Simão Nogueira)No local do crime, manchas de sangue ainda eram vistas pela manhã. (Foto: Simão Nogueira)

Acusados de matar o vigia Pedro Eudes de Moura, 61 anos, ano passado, no bairro Santa Luzia, em Campo Grande, Ezequiel Guimarães de Paula e Ribamar Osório de Paiva, vão a júri popular a partir das 8 horas da próxima terça-feira (12).

Os dois são apontados como autores dos golpes de faca, de barra de ferro e dos tiros que mataram Pedro na madrugada do dia 17 de março. O motivo do crime seria o fato de a vítima ‘agir como policial’ no bairro, com denúncias e prisão de ladrões.

“Esperamos apenas que seja feita justiça”, completa Enir de Moura, filha de Pedro que provavelmente será a única da família a encarar de frente os acusados. Na audiência também estará a mãe, o irmão de Enir e a comunidade do Santa Luzia e região que até hoje considera o caso como cruel, hediondo e premeditado pelos autores.

O caso - Seu Pedro, como era conhecido no bairro, fazia a vigilância de bicicleta. Naquela madrugada, ele foi vítima de uma emboscada.

Um dos suspeitos derrubou a vítima com um golpe de barra de ferro, aplicado em suas costas. Já no chão, ele foi esfaqueado. Ribamar teria retirado a arma do bolso do vigia e efetuado dois tiros. Seu Pedro ficou caído no local, onde morreu.

Segundo informações da Polícia, Ezequiel teria confessado o assassinato do vigia, relatando que desferiu 10 facadas contra Moura.

Ainda conforme a Polícia, Ezequiel justificou o crime dizendo que o vigia toda vez que o via o acusava de ser ladrão.

Rapaz que matou vigia no Santa Luzia é preso em Terenos
Na noite de hoje, às 19h, policiais militares de Terenos prenderam o jovem Ezequiel Guimarães de Paula, 23 anos. Ele confirmou ter matado o vigia not...
Polícia trabalha com duas hipóteses para morte de vigia
A Polícia Civil investiga duas hipóteses para a morte do vigia noturno Pedro Eudes de Moura, de 61 anos. Além da possibilidade de o crime ter sido fe...
Vigia morto era conhecido por combater gangues
Conhecido como o senhor simpático, que tinha "o apito como arma", o vigia noturno Pedro Eudes de Moura, de 61 anos, assassinado na madrugada desta qu...
Vigia é morto a tiros e golpes de faca no Santa Luzia
O vigia noturno Pedro Eudes de Moura, de 61 anos, foi morto a tiros e golpes de faca na madrugada de hoje no bairro Santa Luzia, na região norte de C...


Esses dois já deveriam ter sido mortos, justamente pelo motivo do crime, ou seja, intimidar populares de fazer denúncias e usar de uma prerrogativa legal que cabe a qualquer cidadão brasileiro, que é odireito de prender em flagrante delito. Há quem seja contra a lei de Talião, mas em certas situações, ela é a única que resolve. A população tem que agir mais, ao invés de esperar que o Estado faça tudo.
O senhor Pedro Eudes de Moura certamente faz falta à comunidade. Esses dois miseráveis, seguramente, não farão.
 
marly siqueira caramalack em 08/07/2011 07:20:24
Ao meu ver nesse caso, os 2 irao a juri por homicidio doloso qualificado por motivo futil, torpe, meio cruel e por nao dar chance de defesa a vitima com agravantes de os reus serem reincidentes e por terem premeditado o crime fazendo emboscada para a vitima e por terem em maos uma barra de ferro usada para matar o seu Pedro.
 
carlos eduardo em 08/07/2011 04:36:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions