A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/08/2016 12:45

Em "bairro tranquilo", moradores e comerciantes se surpreendem com execução

Julia Kaifanny
Pouco depois do crime a rua estava tranquila, e moradores acreditam que essa foi uma situação isolada. (Foto: Julia Kaifanny)Pouco depois do crime a rua estava tranquila, e moradores acreditam que essa foi uma situação isolada. (Foto: Julia Kaifanny)

Comerciantes e moradores do Jardim Aero Rancho, ficaram surpresos com o assassinato do advogado Luiz Eduardo Lopes, na manhã de hoje. Ele que atuava na Vigilância Sanitária, foi atingido a queima roupa por cinco tiros, enquanto realizava vistorias na região. 

Moradores do bairro afirmam que apesar do crime, há bastante policiamento por lá e situações como esta são raras. A execução aconteceu em frente ao bar de Jailson Oliveira Fernandes, que afirma que o caso foi isolado e que o bairro é calmo.

“Aqui é um local tranquilo, desde que comecei o negócio nunca fui assaltado. Fico com o bar aberto até 23h e nunca tive problemas” explica ele.

Do outro lado da rua, Dion Anastácio, comerciante de 48 anos que há nove tem uma loja de presentes confirma a tranquilidade do local. “Tem um posto policial aqui perto, eles estão sempre fazendo rondas na região e todo mundo se conhece. Foi um susto para todo mundo um crime assim, em plena luz do dia”.

Ele conta que diariamente vê uma viatura da polícia na rua onde trabalha e que, em anos no bairro, só foi assaltado uma vez, há oito anos.

Porém, o assassinato deixou os moradores receosos. Vizinha ao local, que preferiu não se identificar, ficou chocada e disse que não esperava um crime como esse por lá. “Quando ouvi os disparos achei que fosse outra coisa e não tiro. Agora fica o medo, de ver que mesmo em uma região calma nunca estamos seguros”, lamenta.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions