ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 17º

Capital

Em Campo Grande, dois policiais federais são diagnosticados com coronavírus

Não há casos confirmados de agentes com covid-19 nas cidades do interior do Estado; em caso positivo eles adotam o teletrabalho

Por Maressa Mendonça e Aline dos Santos | 03/06/2020 15:38
Fachada da Superintendência da PF em Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf)
Fachada da Superintendência da PF em Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf)


Dois agentes da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, que atuam em Campo Grande, foram confirmados com o novo coronavírus e devem adotar o regime do teletrabalho. Um terceiro  está internado com sintomas da doença e já passou por exames, mas ainda não há confirmação.

Conforme as informações da assessoria de imprensa da PF, os casos foram identificados e confirmados no fim da semana passada. Após os diagnósticos, outros agentes que tiveram contato com os policiais também começaram a ser testados.

Em caso positivo para a doença, eles começam a integrar o regime de teletrabalho.

A PF enfatiza que está tomando várias medidas para conter a propagação do vírus entre o efetivo.

Eles citam o sistema de revezamento por turnos para reduzir a concentração de pessoas o ambiente de trabalho, distribuição de máscaras aos servidores com obrigatoriedade do uso, disponibilização de álcool em gel, adiamento de algumas oitivas e adaptação de salas para realização dos procedimentos que envolvem recebimento dos presos.

Até o momento não há nenhum caso confirmado da doença entre os agentes lotados nas cidades do interior do Estado.