A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/07/2011 07:48

Em chapa única, Jamil Name deve assumir Jockey Club e fala em reerguer hipódromo

Fabiano Arruda
Jamil mostra chapa homologada para disputa de eleição do Jockey Club. (Foto: João Garrigó)Jamil mostra chapa homologada para disputa de eleição do Jockey Club. (Foto: João Garrigó)

A chapa intitulada “Renascimento”, encabeçada pelo empresário e pecuarista Jamil Name, foi homologada em cartório nesta segunda-feira e deve ser a única na eleição para a nova diretoria do Jockey Club, que ocorre na próxima sexta-feira. A chapa é composta, ao todo, por 43 nomes.

Name pode retornar ao cargo que ocupou na década de 80. Ele revela, prestes a ser eleito, que vai investir prioritariamente na reforma do local, que tem 50 hectares de área, e apresenta péssimas condições.

Funcionários que trabalham no local relatam que o abandono atrai usuários de drogas, que acabaram por depredar o jockey.

Jamil acusa a atual administração do hipódromo, comandada por Antonio Trindade Neto, de má gestão. E revela que pretende entregar o local reformado e pronto para sediar disputas no dia 26 de agosto, como parte das comemorações do aniversário da cidade.

Aos 72 anos, Name tem trajetória bastante conhecida em Campo Grande. Teve o nome envolvido na Operação Xeque Mate, da Polícia Federal, em 2007, na investigação sobre operação ilegal de jogos de azar no Estado. Em outro episódio, há três anos, a prefeitura de Campo Grande foi obrigada a pagar precatório humanitário ao empresário no valor de R$ 18 milhões.

A polêmica mais recente, em abril deste ano, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) arquivou o processo que a Trilpc Consultoria e Participações Ltda, da família de Diego, ex-jogador do Santos, moveu contra os empresários Jamil Name e Jamil Name Filho. A disputa judicial era por causa de arrendamento de terras e de gado, com parceria para a criação de bois. As famílias brigavam na justiça desde o ano passado por discordarem da decisão.

Agora, diz que teve a ideia em voltar à frente da administração do jockey pelo amor aos cavalos. “Corri o mundo inteiro e em todo lugar assisti corridas de cavalos. Está no sangue. Você morre com isso”, ilustrou, afirmando que quer resgatar o jockey o hipódromo que já foi o terceiro melhor do País.

Name não revela quanto será necessário para reformar o local. Disse apenas que fará o necessário e que certamente terá que fazer gastos do “próprio bolso”. Futuramente, os reparos serão feitos com receita própria, explica.

Entrada do hipódromo em péssimas condições retrata abandono.Entrada do hipódromo em péssimas condições retrata abandono.

Outro projeto é colocar segurança “dia e noite” para proteger as dependências do local contra ação de vândalos ou usuários de drogas. Por conta disto, o jockey chegou a ser chamado de cracôlandia.

O empresário também conta que vai reivindicar, junto à Prefeitura, a indenização por duas ruas abertas em torno do jockey. “O prefeito tem a melhor boa vontade em fazer o acordo, reconhece a dívida. Ele vai ser um dos convidados do dia da inauguração”, declara.

Além das reformas, a nova diretoria terá de providenciar pelo menos 30 cavalos, puro sangue inglês ou quarto de milha, para as disputas até a data de inauguração. Os orçamentos estão sendo feitos às pressas em São Paulo e Paraná.

No momento em que receber disputas, as apostas devem voltar a agitar o hipódromo. A administração deverá cobrar 25% do valor apostado para os custos do local.

“O jockey vai sempre estar cheio, com corridas todo domingo. É um ambiente familiar e vai gerar empregos e diversão para a população”, empolga-se Jamil.

A eleição na sexta-feira começa às 9 horas e vai até as 18h. A gestão da nova chapa tem duração de dois anos.

STJ arquiva processo movido por jogador contra Jamil Name
Jamil Name já tinha ganhado na justiça sul-mato-grossense O STJ (Superior Tribunal de Justiça) arquivou o processo que a Trilpc Consultoria e Partic...
TJ/MS adia julgamento de precatório a Jamil Name Filho
O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) adiou o julgamento do precatório superior a R$ 30 milhões ao empresário Jamil Name Filho. Ele adq...
Prefeitura recorreu 3 vezes para não pagar Jamil Name
Para evitar o sequestro de R$ 25.564.605,54 dos cofres municipais na noite de uma sexta-feira, dia 10 de julho, a prefeitura de Campo Grande recorreu...
TJ manda prefeitura pagar dívida milionária a Jamil Name
A Prefeitura de Campo Grande será obrigada a pagar precatório milionário ao empresário e pecuarista Jamil Name, sob a alegação de questões humanitári...


Homem certo , na sua idade não existe fogueira de vaidades , tenho certeza e afirmo ele vai realizar por um ideal , e não podemos esquecer que sua esposa já prestou relevantes trabalhos sociais em Campo Grande e ainda trabalha , desejamos sucesso !
 
Paulo Roberto Marques Pereira em 06/07/2011 03:39:57
Enfim, teremos a pessoal ideal administrar o Autódromo! O Sr. Jamil Name com certeza irá implementar as reformas que se fazem neessárias para que o Jockey Clube de Campo Grande volte a funcionar todos os domingos. Para quem gosta do deste esporte, com certeza irá ter uma praça com condições ideais. É como disse o Sr. Jamil, o gosto pelas corridas de cavalo está no sangue. Boa sorte à nova diretoria.
 
Juarez Pereira em 05/07/2011 11:39:29
Muito bom, quero ir lá ver as corridas.Com certaza irão critica-lo, mais ninguem quer resolver o problema. Fica tudo lá abandonado, uma péssima impressão para a cidade.Ah, podiam mudar o parque de exposicão para lá tbm. No local onde está, não suporta mais, os animais dos leilões ficam horas dentro dos caminhões, sem comer, no sol, chuva, pois não tem onde ficar.
 
Adiles Menezes em 05/07/2011 09:26:05

Como morador nas proximidades do hipódromo, só espero que os responsáveis cuide da eliminação das moscas que aparecer em decorrência da sujeira, resto de ração, e fezes dos animais que ficam nas cocheiras daquele local. O estacionamento do hipódromo tem servido para a "farra" dos desocupados, barulho em exagero de corrida de motos e carros que ficam durante o domingo fazendo estripulia naquele local, sem falar da sujeira e depósito de animais mortos fedendo prejudicando os moradores do local. Sem falar na escuridão que se forma no estacionamento
Será mesmo ótimo que venha existir segurança para evitar esses transtornos no local.
 
joão carlos em 05/07/2011 09:05:33
Muito Bom Dia a todos!!

Eu acharia muito bom o Sr. Jamil Name assumir mesmo a direção do Jockey Club, sou morador do bairro Paulo Coelho Machado, moro a duas quadras do estacionamento do Jockey Club, esse lugar esta mesmo num abandono total, ultimamente ali virou uma zona total, onde maconheiros da região se reunam p/ se drogarem, nos domingos pessoas de motos ficam zerando,fazendo gracinha no estacionamento e carros com som muito forte, ate mesmo na noite virou motel, pessoas encostam os carros no estacionamento p/ ficar com pouca vergonha, ali moram familias de bens pessoas trabalhadeiras e merecem respeito, policia p/ fazer ronda ali é muito raro vc ver.

Eu apoio esse Senhor a reerguer esse Jockey Club, irei com minha familia assistir sempre que puder corridas de cavalos, acho um barato!!!
 
Fernando de Paula em 05/07/2011 08:37:41
vai ser muito bom ter uma nova administração, nesse projeto de reforma da proxima administação poderia estar incluido uma pista de ATLETISMO, pois temos muito atletas nessa região ariscando a vida treinando nessas vias perigosa. que tal estudar esta posibilidade afinal são 50 hectares temos espaço de sobra e a população ficaria muita agradecida, pois não temos nem uma area de atividades esportiva nessa região. boa sorte para o proximo administrador.
 
Jailton Emidio em 05/07/2011 05:12:32
O "Seo" Jamil, por favor assuma também o OPERÁRIO FUTEBOLCLUBE, para que tenhamos um time forte no estado!!!!
 
João Carlos Maciel em 05/07/2011 04:42:14
Boa Tarde

Realmente vai ser uma boa ter uma administração que realmente faça alguma coisa neste lugar, moro há 7 anos no bairro Paulo Coelho, bem de frente ao pasto, o que tem de sujeira atrás das muretas que cercam o jockei, é um horror, sem contar animais mortos que nós mesmos temos que procurar e enterrar pois o fedor é horrível, e há também a questão de rachas de motos que acontece aos sábados e domingos, e agora com os prédios que irão entregar o movimento nesta avenida (delegado alfredo hardman) vai aumentar e muito. Espero que mude alguma coisa nesta região, pois adoro ver os cavalos correndo de frente a minha casa.
 
katiuscia rivarola da silva de oliveira em 05/07/2011 02:17:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions