A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/06/2014 09:40

Em concurso da Sefaz, únicos imprevistos surgiram dos candidatos

Kleber Clajus
Pela manhã, Rafael Gustavo foi salvo pela mãe depois de ter esquecido documento de identificação (Foto: Marcelo Victor)Pela manhã, Rafael Gustavo foi salvo pela mãe depois de ter esquecido documento de identificação (Foto: Marcelo Victor)
Movimento foi tranquilo durante primeira etapa de provas da Sefaz (Foto: Marcelo Victor)Movimento foi tranquilo durante primeira etapa de provas da Sefaz (Foto: Marcelo Victor)

Com segurança reforçada, cerca de oito mil candidatos realizam, neste domingo (15), as provas objetivas para 40 vagas de agente tributário estadual da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda), em busca de um dos maiores salários do Executivo. O certame, que chegou a ser suspenso em fevereiro, tem hoje a presença de policiais à paisana, detectores de metais e checagem de documentos nos três locais de aplicação em Campo Grande.

De acordo com o coordenador das Depacs (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), delegado Fernando Nogueira, o início das provas foi tranquilo e, caso haja dúvida, os fiscais podem requerer, inclusivem a checagem do documento do candidato para evitar fraude.

Agentes à paisana e delegados também acompanham o processo, que teve início às 8h na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), Universidade Anhanguera/Uniderp e Escola Estadual Lúcia Martins Coelho.

Os únicos imprevistos ficaram por conta dos candidatos. A engenheira ambiental Milene Priscila Leme, 27, estava grávida quando o certame foi suspenso em fevereiro pelo governo do Estado, após se constatar que um dos integrantes da banca organizadora teria uma prima participando da seleção. Com a nova data, agora ela terá que dividir a atenção com o filho Joaquim, de 2 meses de idade.

“Meu esposo vai dar uma força, mas terei que fazer a prova com menos tempo porque vou amamentar e isso não é reposto”, comentou Milene.

Para a analista de projetos Simone Dantas Faria, 40, o processo de suspensão provocou “jogo emocional” que gera ansiedade, além de colocar em dúvida a idoneidade do concurso que seleciona 40 agentes tributários, com salário inicial de R$ 6.661,57. Mesmo assim, ela e o marido, o contador Thalison Faria, 27, resolveram realizar a prova.

Por pouco – Com o fechamento dos portões, às 8h, o advogado Rafael Gustavo, 25, quase perdeu a primeira fase por ter esquecido o documento de identificação. No entanto, ele acabou salvo pela mãe que jogou a carteira por cima do portão para garantir que o filho realizasse a prova de conhecimentos básicos pela manhã.

Já no período da tarde, às 15h, os candidatos devem retornar aos locais de prova para a etapa de conhecimentos específicos que inclui: direito constitucional, tributário, legislação tributária e processo administrativo tributário do Estado, além de contabilidade geral.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions