ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Em hospitais distintos, pai e filho morrem de covid com diferença de 6h

Depois de festa,13 pessoas da família foram contaminadas, apurou o Campo Grande News

Por Marta Ferreira e Jhefferson Gamarra | 15/03/2021 19:20
Lapides no cemitério Memorial Park, local de sepultamento de pai e filho. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Lapides no cemitério Memorial Park, local de sepultamento de pai e filho. (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Pai e filho foram vítimas do coronavírus em Campo Grande entre domingo e esta segunda-feira, com diferença de apenas seis horas. O filho, Marco Antônio Rosa de Araújo, de 48 anos, morreu no domingo (14). O pai, Edmundo Moraes de Araújo, de 79 anos, não resistiu aos efeitos da doença e partiu nesta segunda-feira (15).

A reportagem apurou que depois de festa em família, outras 11 pessoas ficaram doentes. Houve mais internações, em número não informado. Em luto, a família preferiu o silêncio.

Caminhoneiro, Marco Antônio era conhecido entre frequentadores do ambiente de bailes sertanejos da Capital, que lamentaram a partida dele nas redes sociais. Ficou internado no Hospital El Kadri. O velório e sepultamento aconteceu na tarde desta segunda-feira no cemitério Memorial Park.

Edmundo, comerciante, estava no Hospital da Unimed, onde morreu ontem.

Poucas palavras - “Era um homem forte e vinha de um quadro de leucemia”, comentou sobre o homem mais velho o único familiar com quem a reportagem conseguiu contato, sob condição de preservar o nome. Ele vai ser velado e sepultado hoje, no mesmo local do filho.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) confirmou que a notificação sobre o contágio de Marco Antônio já havia sido computada nas estatísticas. Quanto a Edmundo, não havia ainda informação oficial sobre a confirmação da infecção pelo novo coronavírus.

Campo Grande já registra, segundo o boletim mais recente, 1606 óbitos pela covid-19.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário