A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

23/01/2011 15:59

Frequentadores faziam de conveniência no Coophamat terra sem lei

Fabiano Arruda

Moradores afirmaram presenciar cenas de sexo e consumo de entorpecentes

Policiais militares fizeram batida em conveniência na madrugada deste domingo (Foto: João Garrigó)Policiais militares fizeram batida em conveniência na madrugada deste domingo (Foto: João Garrigó)

Som alto, bebidas alcoólicas, adolescentes dançando e até algumas crianças em meio a mais de 200 pessoas. Tudo faz parte da cena vista durante a madrugada na conveniência Jarrão, que fica no cruzamento da Rua Guararapes com a Avenida Marechal Deodoro, no bairro Coophamat, em Campo Grande.

Lá, na manhã deste domingo, Leonardo da Silva Oliveira, de 24 anos, foi morto a tiros. Para alguns vizinhos, a tragédia era anunciada.

Além da "bagunça", os moradores do bairro também afirmaram presenciar cenas de sexo e consumo de entorpecentes, o que passou a fazer fazer parte da rotina na madrugada do bairro, na saída para Sidrolândia.

Adolescentes são revistados na Conveniência JarrãoAdolescentes são revistados na Conveniência Jarrão

Para se ter ideia da proporção que o “point” tomou, testemunhas relataram que, na sexta-feira, por volta das 6h30, ainda era possível ver uma mulher se exibindo, dançando sob a carroceria de uma caminhonete.

A reportagem do Campo Grande News passou mais de uma hora no local, na madrugada deste domingo, horas antes do assassinato de Leonardo.

Por volta das 2 horas, a multidão se aglomerava em frente à conveniência e o movimento tinha tudo para aumentar madrugada à dentro. Cerca de 30 carros estacionados nas proximidades e pelo menos cinco deles, com sons potentes, faziam uma disputa para ditar o ritmo do que parecia uma rave pública.

Adolescentes eram o centro das atenções, com roupas curtas e danças insinuantes. Enquanto a conveniência tinha fila para venda de cerveja, outros jovens transitavam com litros de vodka e uísque.

Ao mesmo tempo, carros circulavam no local, acelerando alto, e motociclistas eram vistos sem capacete. Alguns deles, menores de idade.

Na fila do estabelecimento, um rapaz nos confessa. “A Polícia veio aqui na quinta-feira, com bomba (de efeito moral) e tudo e o pessoal nem ligou. Na sexta voltou tudo de novo. Aqui ferve mesmo”, disse, entusiasmado com o movimento.

Justamente nesta madrugada, policiais militares da Cavalaria e de Trânsito faziam o policiamento da região num posto de combustíveis no trevo Imbirussu. No entanto, cerca de 500 metros à frente, a multidão da conveniência ignorava a hipótese de que a Polícia acabaria com a festa.

Em ação - Por volta das 2h30, a Polícia Militar agiu. Boa parte da multidão se dispersou. A operação do 1º Batalhão, que contou ainda com apoio de militares do 10º, promoveu a “batida”. Na Rua Guararapes, na conveniência e nas duas pistas da Marechal Deodoro, homens e mulheres foram colocados com as mãos nas paredes para a revista.

Segundo os policiais, há pelo menos três finais de semana, moradores da região fazem reclamações pelo 190, principalmente, por conta do barulho.

A PM afirmou à nossa reportagem que a fiscalização no local será cada vez mais constante e que os autuados serão encaminhados ao Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.



ele,era meu amigo de infancia,conviveu com minha familia muitos anos ;principalmente com meus irmaos ,é triste saber que isso aconteceuu com uma pessoa tao maravilhosa;o que me conforta é saber que a policia esta batendo em peso nete local.passo todo o dia em frente este local e já pude observar a mudança do ambiente.bom pelo menos no horario em que eu passo.....
Enfim nada do que a policia fizer vai trazer o catatal de volta ou melhor o leonardo.amigo que ficara para sempre no coraçao daqueles que o amam.
 
kassia em 02/04/2011 04:02:08
PASSEI POR LA NA MANHÃ DE DOMINGO E VI TODA ESSA BAGUNÇA. UM NÚMERO MUITO GRANDE DE JOVENS ESTAVAM NO LOCAL. TENHO MEUS FILHOS ADOLESCENTES E GRAÇA A DEUS SEI ONDE ESTAVAM E COM QUEM ESTAVAM. E ELES SABEM QUE FREQUENTAR UM LUGAR SEM SEI, ELES PODEM SOFRER AS CONSEQUÊNCIAS DESSE ATO.
 
SILVANA DE ALMEIDA em 24/01/2011 12:25:50
retuto de maladros,desocupados,foragidos da justiça,animais.Infelizmente o direito de ir e vir,mas onde esta a tranquilidade da sociedade,falta de conciencia dos proprietarios que so visam o lucro e a exploração de menores deveriam tambem sofrer são das leis e por que não co-autores de delitos.vender bebida a menores incentivar a prostituição de menores.Mas a culpa da sociedade ou melhor a´populaçao e responsavel .
 
PAULO HENRIQUE em 24/01/2011 12:24:48
Essas "festinhas" são constantes cpm mais frequencia no posto de gasolina do trevo imbirussu, acabei de passar por lá e esta uma verdadeira bagunça, diversos carros, pessoas e pra variar som alto acompanhado de muita bebida, as duas pistas da marechal deodoro estão ocupadas com carros e motos de quem esta no patio do posto, é assustador passar por ali nos finais de semana , ja presenciei carros de policia passando e o povo ignorava o mesmo, e os´policiais simplesmente nem pararam, essas cenas se tornaram frequentes bem como os assaltos e depredações na região.
 
PAULO SILVA em 24/01/2011 12:24:01
cara eu tenho 20 anos
sou trabalhador
e eu vou no posto fik e na conveniência do jarão
nunca vi uma briga la
todos os jovens vão até lá para se divertir
e eu acho que a policia nãodevia ir la e inibir a diversão
e sim deveria ter um lugar com policiamento liberado para os jovens poderem se divertir
em vez da policia dar esse "shozinho" q estão dando todos os dias
que já se tornou uma brincadeira de gato e rato
porque o poder publico não resolve isso com medidas que agradem os dois lados
pq não libera um lugar perto para os jovens se divertirem
um lugar onde tenha POLICIAMENTO para não acontecer brigas nem tragédias...
o posto fik vai acaba
a conveniência do jarão vai acaba
os jovem vão pra outro lugar
o povo é mais forte que todos os batalhões da policia
não adianta tampar o sol com uma peneira.
jovem que estudam e trabalhão
tem o direito de se divertir nas suas horas vagas
e o poder publico deveria fazer sua parte para com toda a população
não só para os senhores e senhor mais velhos que já passarão pela idade de se divertir
mais também com os jovem...

"libere um lugar para os jovem com policiamento e segurança onde seja proibido a entrada de menores q são a poucos, e pronto problema resolvido"

pare de pegar no pé dos jovem
 
Nilton cesar dos santo em 24/01/2011 11:24:10
aqui na entrada da maria aparecida pedrossian, tambem esta precisando dar umas cocinhas para aprende-los respeitarem o direito do proximo.parabens para a pmms.
 
vanderlei alves de amorim em 24/01/2011 10:49:54
Então ta na hora, da prefeitura entrar na ação, pois a policia ta tentando so que sozinha não consegue, a prefeitura devia estabelecer alvará com horario de funcionamento para essas conveniencias, pois nossa cidade está virando uma bangunça. No posto de gasolina então devia ser proibido na Zaran perto da Tv record tem uma conveniencia tambem que está um terror, no guanandi perto do posto de saude, pelo amor de Deus senhores fiscais da prefeitura vamos rever esses alvaras.
 
jane fernandes em 24/01/2011 10:39:35
Gostaria que a policia fizesse o mesmo perto da minha casa, na rua euler de azevedo proximo à garagem da viação são francisco tem o bar do Dedinho, o pagode rola solto até as 6 da manhã todo domingo para segunda feira, tem racha de carro e moto na tamandaré que fica na esquina, tem tiro, tem gente pelada andando na rua, tem homem e mulher urinando na frente das casas, tem venda de drogas de todo tipo e as vezes tem viatura de policia participando da balada, é revoltante quando a policia para um cidadão com documento atrasado na blitz e apreende o carro de gente trabalhadora mas na hora de realmente trabalhar não faz nada, já fizeram varias denuncias na policia mas nada acontece por que o Dedinho tem irmão e tio que são da policia, passem na hora do almoço em qualquer dia da semana pra conferir, os policiais almoçam de graça no Bar, restaurante e pagode do Dedinho, em troca ninguem faz nada de noite, é triste mas é Campo Grande, fazer o que?
 
moacir cafaro em 24/01/2011 10:14:03
Bom eu moro no bairro a 19 anos e nunca presenciei algo desse tipo, nunca imaginei que um bairro considerado tranquilo fosse virar uma verdadeira "zona". Espero que providencias sejam tomadas e que solucionem o problema que está tirando o sono das pessoas que moram no bairro e nas demais proximidades.
 
Francielly Ribeiro em 24/01/2011 09:37:12
É... eu sabia! Moro na Rua Guararapes, a algumas quadras desse reduto infernal que se transformou a referida conveniência, e fazia questão de ligar pra o 190 para reclamar da barbárie que se instalava ali, após o anoitecer.
Sinceramente, parecem animais, bestas que não têm nada de humano, é uma selvageria! Não sou púdica, moralista ou qualquer coisa que faça questão de proibir o consumo de cerveja ou atos sexuais, mas tudo tem que ter adequação. A morte desse rapaz, Leonardo da Silva, é realmente a 'crônica de uma morte anunciada', só de passar de carro na frente da conveniência os moradores se sentiam coagidos... Espero que fechem o lugar, ou proíbam terminantemente toda selvageria ali implantada.
 
Jéssica Machado em 24/01/2011 09:08:12
SOU VIZINHO DO POSTO IMBIRUSSU VISINHO DESTA CONVENIENCIA E OUTRO LUGAR ONDE TEMOS SOFRIDO COM AS CONSTANTES BAGUNÇAS, JA DENUNCIEI NA POLICIA CIVIL, MILITAR, ENCAMINHEI EMAIL PARA TODOS OS VEREADORES E ATÉ O MOMETO NÃO TIVE EXITO EM CONSEGUIR UM POUCO DE SUCESSEGO DENTRO DE MINHA CASA. TEM UM COMENTÁRIODEUM RAPAZ LOGO ABAIXO DIXENDO SER TRABALHADOR E FREQUENTADOR DO POSTO, AMIGO SE VC É TRABALHADOR ESTÁ NO LUGAR ERRADO, NÃO ACREDITO QUE UM TRABALHADOR FIQUE FAZENDO BAGUNÇA, BEBENDO ATÉ ESSAS HORAS DA MADRUGADA EM DIA DE SEMANA COMO VEM ACONTECENDO, DESCULPE-ME MAS É MINHA OPINIÃO, SOU JOVEM TAMBEM GOSTO DE ME DIVERTER, TOMO MINHAS CERVEJAS MAS NÃO VOUNA PORTA DA SUA CASA LIGAR O O SOM DO MEU CARRO ENQUANTO VC E SUA FAMILIA PRECISA DORMIR, TENHAMOS CONCIÊNCIA JUVENTUDE VCS ESTÃO SE DETERIORANDO SE ACABANDO FREQUENTANDO ESSES LUGARES E COM ESSAS COMPANIAS.
 
LEOCIMAR DE SOUZA PEREIRA em 24/01/2011 08:04:49
-a ação da policia e certa,esses jovem que não tem o que fazer fica acordado altas horas da noite com som ligado pertubando a paz o sono de quem tem que acordar cedo para trabalhara policia chega eles abaixa o som ,a policia vira as costas eles eles aumenta o som de novo no ultimo e ficam tirando saro da policia,continui assim policiais que com certeza quem e direito e trabalhador está do lado de vcs ...parabens policiais e que deus abençõe vcs nesse trabalho dificil -moro perto da conveniencia guanandy ao lado posto de saúde na manoel da costa silva aonde a baderna e imença bebidas,sexo tudo no meio da rua embaixo das arvores até quando nós vamos conviber com isso...
 
marcos fernandes moreira em 23/01/2011 10:54:37
Finalmente poderemos dormir bem, apos varias semanas de baderna e som alto. Pena ter que acontecer a morte de um jovem para que o local fosse fechado; pelo menos da hora da briga e do tiroteio até agora ninguem abriu a tal conveniencia. Parabens pela ação da Policia Militar, e que o local continue na mira do Ministério Publico e demais autoridades.
 
Silvio Souza em 23/01/2011 10:45:31
Gente e loucura mesmo, sou motorista de onibus e passo ali todos os dias as 05.30 da manha, vc ve de tudo, as vezes tem que parar o onibus na via para evitar incidente maior
 
daniel pereira barreto em 23/01/2011 07:44:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions