A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/01/2011 09:17

Assassinato intensifica queixas de moradores sobre conveniência

Danúbia Burema

Vizinhos dizem que local é ponto de bagunça e tráfico

Para moradores, conveniência (ao fundo) aberta há três meses só tem trazido transtornos. (Foto: Simão Nogueira)Para moradores, conveniência (ao fundo) aberta há três meses só tem trazido transtornos. (Foto: Simão Nogueira)

O assassinato de Leonardo da Silva Oliveira, de 24 anos, intensificou as críticas e reclamações dos moradores sobre a conveniência Jarrão, na avenida Marechal Deodoro, em Campo Grande, onde teve início a briga que terminou com a morte do rapaz.

Conforme comerciantes e vizinhos da conveniência, as madrugadas no local são marcadas por adolescentes consumindo bebida alcoólica, adultos ingerindo drogas e até cenas de sexo na rua. Eles mostraram, inclusive, preservativo jogado em calçadas nos arredores.

Apesar de indignados, os moradores que reclamam são unânimes em não se identificarem por temer represálias.

Uma técnica de enfermagem de 39 anos que mora perto do local conta que a conveniência funciona há 3 meses na Marechal Deodoro e desde então os moradores não conseguem descanso em uma só noite. “A gente trabalha e não tem como dormir“, pontua.

“Ligo para a Polícia seis ou sete vezes por noite”, diz outra moradora, de 52 anos.

Um professor de 50 anos que também mora nas proximidades diz que foi orientado pela Polícia a acionar o Ministério Público porque não há como proibir a atividade do comerciante uma vez que ele tem alvará. “Aí se você denuncia põe a cara a tapa vai ser punido aí”, teme.

A conveniência estava fechada nesta manhã e por isso não foi possível conversar com o proprietário sobre as reclamações dos vizinhos.

Crime – Um comerciante de 62 anos que foi acordado pelos tiros afirma que o assassinato “demorou a acontecer”, considerando que os problemas na conveniência já ocorrem há três meses.

Leonardo foi morto com pelo menos dois tiros quando havia acabado de sair do local, nesta manhã. Testemunhas informaram ao pai da vítima, Doralício Borges de Oliveira, de 60 anos, que o filho tinha se envolvido em uma discussão antes do crime.

Após a briga, Leonardo decidiu ir embora e saiu com sua motocicleta Honda Titan de placas JYQ-1106, mas parou para esperar pelo amigo quando foi atingido pelos disparos feitos por dois homens em uma motocicleta.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas quando chegou ao local o jovem já estava morto. O jovem trabalhava com porteiro e, segundo a família, não usava entorpecente nem consumia bebida alcoólica, apenas gostava de sair.

Segundo a Polícia, ele tinha apenas uma passagem por lesão corporal dolosa, crime cometido em 2008.

Enquanto registrava boletim de ocorrência na delegacia, o pai lembrou que havia acabado de falar com o filho pelo telefone pedindo que voltasse para casa porque ele tinha que ir à igreja.

“Cinco minutos depois recebi a ligação dizendo que ele estava morto. Fazer o quê? Esse mundo está cheio de coisa ruim”, desabafou.

A conveniência está fechada esta manhã. O Campo Grande News tentou falar com alguém no estabelecimento, por telefone, mas o número indicado na fachada, mas a informação é de que é inexistente.

Homem é morto a tiro em conveniência no bairro Tijuca
Crime ocorreu nesta manhã em estabelecimento alvo de polêmicaUm homem ainda não identificado foi morto a tiros nesta manhã próximo à conveniência do...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Eu sou moradora do bairro Coophamat, e desde que começou esse "movimento" no Jarrão ninguem tem mais paz. Não tiro a razão de quem quer sair beber e se divertir, mas conveniencia é para comprar bebida e não ficar fazendo festa no local. Esse é um bairro residencial, quer beber se divertir, por som alto? nada contra, mas faça isso em um lugar apropriado!!
 
Mariana Gonçalves em 24/01/2011 12:59:16
Pois é Laura Pereira, sim nós podemos sair, toma uma cervejinha um "somzinho", mas devemos respeitar o próximo, eu também sou jovem gosto de sair, muito gostoso, mas desde que com responsabilidade.
 
edson moreira em 24/01/2011 12:22:02
Agora não adianta chorar o leite derramado...
É necessária a ação da polícia nestes locais sim!
Quando foi criada à alguns anos, a lei seca de Campo Grande visava cessar a crescente a violência devido ao uso excessivo do alcool em bares e lanchonetes. Mudou alguma coisa de lá pra cá?
Sim. Hoje quem quer beber de madrugada (ou esticar a noitada a baixo custo) tem que ir às convêniências geralmente localizadas em bairros. Além de adolescentes, há todo tipo de gente que vai a estes locais. Ai está o problema. Não há um controle em quem está na rua. Ou seja... não é mais fácil manter bares e lanchonetes abertos (onde o dono pode controlar o tipo de clientela que ele quer) nestes períodos e contratar seguranças, garçons e atendentes, gerando assim mais emprego do que nas conveniências?
Não seria a hora de não abolir, mas sim de adaptar a realidade esta Lei Seca?
 
ANTÔNIO MARCOS ALENCAR DE LIMA em 24/01/2011 11:36:06
O ocorrido com este jovem é uma tragédia lamentavelmente anunciada. A juventude de hoje parece que está totalmente desorientada, não tendo parametros para suas ações. Carros com som alto, embriaguês, desrespeito ao sagrado direito das pessoas que vivem próximo a essas conveniências de terem uma noite tranquila de sono.A Polícia Mlilitar tem feito o seu papel dentro das normas que regem o direito administrativo, mas falta o apoio notadamente do Ministério Público defensor da sociedade que está INERTE como se não tivesse obrigação alguma nestes casos. Lamentavelmente essa tragédia irá ocorrer novamente na região. Na Manoel da Costa Lima próximo ao Posto de Saúde 24 horas na conveniência Guanandi a situação é pior. Meus sentimentos ao Sr. Doralício e aos pais dos que permitem que seus filhos frequentem estes ambientes.
 
luiz magalhães em 23/01/2011 12:38:29
NÃO ADIANTA GEMTE! SE PRENDER OS MENORES OS MINISTÉRIO ÚBLICO OS DIREITOS DO ECA,SÃO FAVORAVEIS A ESTES POBRES MENORES E JOVEMS QUE FAZEM O QUE QUEREM E NÃO PODEM SER REPREENDIDOS,A NOSSA POLICIA ESTÁ NAS MÃOS DA JUSTIÇA POLITICA QUE SÃO AS LIDERANÇAS PARA A GARANTIA DO BEM ESTAR DA POPULAÇÃO! COITADOS DE NÓISSS AIIIII
 
walter josé da silva nascimento em 23/01/2011 12:29:27
cade aquele coronel do exercito que disse que iria acompanhar de perto a ação da PM? será que ele vai acompanhar tambem o desenrolar do fato? Aos pais do garoto morto, meus sentimentos. Precisamos urgentemente de mais ações da PM naquele lugar porque caso contrario, outros ainda morrerão.
 
bruno otavio em 23/01/2011 12:12:01
É ISSO QUE DA ESTA CONVENIENCIA GUANANDY E A DO POSTO FIC TODO DIA É A MESMA COISA TEM QUE ACABAR COM ESTES ALVARAS ESPECIAIS CONVENIENCIA É PARA COMPRAR E LEVAR NÃO FICAR NO LOCAL A POLICIA VAI LA TODO DIA MAIS FAZER O QUE REMOVE CARROS MAIS TODOS OS DIAS ESTAO LA ATE QUANDO ISSO VAI CONTINUAR PROVIDENCIAS POR PARTE DOS QUE LIBERAL ESTES ALVARAS PARA ESTA BAGUNÇA JOVENS SE DROGANDO CONSUMINDO BEBIDAS E OUTRAS COISAS,
 
claudinei em 23/01/2011 11:57:25
Muito a propriado o momento pra perguntar onde estão os comentários dos cidadãos que ontem nesse mesmo canal criticaram a PM quando no combate truculento de cidadãos de bem que só querem se divertir a noite, como o empresário que foi comrar "refrigerante", mas hoje se omitem pois tiveram suas bocas caladas por um fato lamentável , PARABÉNS A PM, que não deem ouvidos a esses almofadinhas que só sabem encher a cara e criticar sem argumento................
 
Marcelo Alvez de Nogueira em 23/01/2011 11:36:39
Olha como são as coisas, quando a PM faz operação no Jarrão é criticada, nesta noite sem a presença dos policiais truculentos que incomondam os cidadãos de bem que frequentam o local, empresários que compram "refrigerante" na madrugada, aconteceu um homicídio... O povo brasileiro tem a Polícia e os políticos que merece! Querem um policial altamente capacitado, que não erra, que é educado, mas remunerá-lo bem não querem! Hipócritas!
 
Lincoln Ariel em 23/01/2011 11:12:16
Podemos ficar tranquilos tenho certeza que o comando da policia juntamente com sejusp ja devem ter um plano diretor, para coibir tais acontecimentos, até porque policiais é que não falta por aí, é so da um flagrante perfeito com cigcoe, tatico e ciaptran vamos ver se metade dos bebuns não vão ficar pelo menos com cnh suspensa...enquanto isso... vamos esperando!
 
Domingos Savio em 23/01/2011 10:59:45
Puxa que coisa hem? Ontem tinha um "cidadão" reclamando da policia aqui mesmo e um monte de gente dando apoio, cadê eles? É isso que eles querem, que a polícia se ausente, que não aborde ninguém, para depois se matarem ai...
O gente, ao invés de dar apoio a esses bebuns que freqüentam esses lugares, tem que apoiar ações mais forte da polícia. Quem não quiser ser abordado que vá a igreja rezar.
 
Anderson Luiz em 23/01/2011 10:53:53
Gente!!!! Até onde vai parar essa violência!!!. Não podemos culpar o Pode Público, pois em todos os Òrgão têm pessoal capacitados, honestos, pais de familias, etc, portanto, pessoas de mal carater são pocuas. Quanto ao efetivo da Policia Militar, que sempre desenvolveram seu trabalho com altivez e sobretudo segurança, jamais podemos criticar, pois a gente sempre esta vendo atraves da mídia e mesmo pelas ruas de nossa cidade seu efetivo em pleno trabalho para nossa segurança e bem estar. Todavia, e sabido que lá tambem existem pessoas incapacidadas, sem responsabilidade, mas é o mninomo e sempre são banidos ou mesmo exonerados quando pratica atos arbitarios ou mesmo atitutedes irresponsável. Destarte a culpa da violência não é por desidia do Poder Publico e muito menos da tão sofrida e criticada Policia Militar e sim, e de nós mesmo, especialmente aqueles cidadões que não da educação basica aos seu filhos, aquela de antigamente que nossos pais nos davam. Portanto, quero aqui, manifestarf meu apoio ao Comando Geral da Policia Militar de nosso Estado, pelo belissímo trabalho que vem desenvolvendo em prol a nossa segurança, a mesmo tempo, solidarilizar com o sofrimento da familia do moço que perdeu sua vida, que foi uma fatalidade.
 
Mario Lopes em 23/01/2011 10:51:17
novamente é a bebida e droga rolando solta e a noite não se ve policianto a noite de dia tem uma dupla em algumas esquinas porem a noite que é mais prioritario nada e o pau rola e vem todo tipo de vandalismo droga e prostituição e uma pena pois nossa cidade é linda e mal falada sobre este assunto bebidab e droga
 
janete maria barão em 23/01/2011 10:44:48
Os críticos da polícia, quando precisarem de auxílio, liguem pro BATMAN...
 
Nilton Marques Ferreira Júnior em 23/01/2011 10:42:56
O que mais me choca nesse Brasil impune tem q acontecer tragédia para se tomar uma ação,q país é esse?É precisamos lutar por um país mais digno e bom de se viver,siceramente vejo q nós como uma sociedade lutamos muito pouco pelos nossos direitos!ou seja lutar por nós e nossos filhos ants q por uma bala perdida nos surpreenda,peço ao nossos representante politicamente falando mais segurança e um Brasil sem violencia
 
tatiane funes taira em 23/01/2011 10:42:47
É lamentavel precisar acontecer tal situação, onde um jovem tenha que perder a vida para
que as autoridades percebam que os moradores da Coophamat estão sendo privados de seus direitos como cidadãos. Porem defender tal conveniencia (dar alvara de funcionamento) para ficar aberta 24 horas e sem controle sobre seus clientes (todo tipo),
pois apos as 22horas começam a fazer muita bagunça, som automotivo no volume maximo e aglomeração nas ruas proximas onde julgam terem libertdade para ficarem. contudo se esquecem do direito de descanso dos moradores. Portanto peço que o MINISTÉRIO PUBLICO e os VEREADORES de Campo Grande tomem providencias,
antes que aconteça crimes contra os moradores vizinhos desta conveniencia. Ah, pelo visto hoje dormiremos bem, pois o local encontra-se fechado desde o tiroteio e não abriu até agora.
 
Silvio Souza em 23/01/2011 10:15:05
OLHA COMO É ENGRAÇADO!!!! QUANDO É PARA CRITICAR A AÇÃO DA POLÍCIA, NESTA MESMA CONVENIÊNCIA, EXISTIRAM DEZENAS DE COMENTÁRIOS. AGORA COM CERTEZA VAI APARECER UM PARA DIZER QUE É OMISSÃO DO ESTADO E DA POLÍCIA.
O SER HUMANO É HIPÓCRITA, NESTE LOCAL SÓ FICAM PLAYBOYS QUE GASTAM O DINHEIRO SUADOS DE SEUS PAIS COM BEBIDAS E DROGAS. E QUANDO HÁ UMA AÇÃO MAIS ENÉRGICA, A PM É TRUCULENTA.
A SOCIEDADE TEM A POLÍCIA, E POLÍTICA, QUE MERECE...
 
Ricardo Borges em 23/01/2011 10:10:00
Cadê os leitores que são contra as ações da Polícia Militar. Devem estar dormindo depois de mais uma noite nas convêniencias da capital, bebendo, usando drogas, mantendo relações com menores de idade, se prostituindo e etc...Parabéns a Policia Militar que está trabalhando 24h enquanto todos nós estamos se divertindo ou dormindo. Aos que não são favoráveis ao trabalho da Polícia Militar, por favor, quando precisar de ajuda não lique para o 190.
 
Taylor Mello em 23/01/2011 10:04:54
Pois é sou prima da vitima...e agora oq vamos fazer,essa festa vai continuar todos os dias,qtos jovens vao morrer ainda.Se fosse uma igreja fazendo barulho ja teria sido fechada.Alguem precisa fazer alguma coisa,por que o Léo não vai voltar...
 
Denise Oliveira em 23/01/2011 08:50:51
ñ e bem assim ñ são tdos q bebe cerveja em convênieçias q usa droga e faz sexo na rua esse são os vileiros q ñ tem o q fazer q fas arruassas ñ julgue o q vcs ñ sabe !!!
Agora ñ pode sai tem q viver trancado dentro de casa aguentando essa vida monotona e entediande .Agora sair p se diverti "saudavel" toma uma cervejinha com os amigos curti um somzinho coisa q vcs ñ gosta de curti ou ja curtiram agora caso e ta com as "esposa em csa durmindo".Que vida!!!
 
Laura Pereira em 23/01/2011 07:34:52
Pois é, engraçado que agora os bacanas defensores dos direitos dos manos se calan, nem os maridos de magistradas se pronuncian a respeito. A vítima exerceu seu direito de frequentar um local, e o autor dos disparos também exerceu o mesmo direito de frequentar o local, a pena, foi que nesse dia, os "15 truculentos" que foram satanizados aqui essa mesma semana, não estiveram na dita conveniência para violar o direito constitucional de ir e vir e produzir algazarra e perturbar o sossego alheio. Pois se os 15 tivessem dado uma passadinha, agora um pai não estaria velando um filho; quando muito, outro pai estaria em uma delegacia com um advogado pra tirar um filho por porte ilegal de armas.
Mas é assim mesmo, devemos ter cuidado com o que desejamos, pois podemos conseguir.
 
Cláudio Cavalcante em 23/01/2011 06:12:40
Realmente é revoltante o que acontece nesses locais. Como pode algumas pessoas defenderem um lugar desse, que fica cheio de malandros, de gente desocupada, que não tem compromisso com nada nessa vida. É um absurdo pessoas questionarem a ação da polícia. Eles estão certíssimos na abordagem, pois sabem muito bem que existem marginas nesses locais e se não interferirem acontece o que aconteceu nessa manhã, mais uma vida tirada por idiotice, o que nos leva a perceber que a vida vale menos que nada. Prisão para estes criminosos e quem sabe em um futuro próximo, pena de morte !!!!
 
Clayton Godoy em 23/01/2011 01:15:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions