A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/05/2011 15:18

Empregados de frigoríficos da Capital ameaçam entrar em greve

Paula Maciulevicius

Com paralisação, mais de 2 mil cabeças de gado deixaram de ser abatidas, decisão sai na sexta-feira

Empregados dos quatro frigoríficos em funcionamento em Campo Grande podem entrar em greve a partir de sexta-feira, diante do impasse de negociação salarial que ocorre entre trabalhadores e empresas desde março.

Segundo o STIC de Campo Grande, (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados), a decisão sobre a greve será tomada em assembleia geral na próxima sexta-feira.

De acordo com o presidente da entidade, Vilson Gimenes Gregório, os frigoríficos querem dar apenas 7% de reposição salarial, que corresponde ao acumulado da inflação nos 12 meses e um piso de R$615,00. Os empregados pedem reajuste de 8,5% e fixação de R$ 630,00 de piso, além desse mesmo valor como participação no lucro da empresa. Já os frigoríficos oferecem R$ 265,00.

Conforme o Sindicato, se houver paralisação o prejuízo dos donos de frigoríficos será grande com a suspensão dos abates. A estimativa é de que 4 mil funcionários cruzem os braços deixando de abater 2 mil cabeças de gado por dia.

“Se a categoria decidir pela greve, paralisaremos imediatamente as atividades nos frigoríficos da Capital por tempo indeterminado. Esperamos que os donos de usem de bom senso para evitar, caso contrário, terão que arcar com as conseqüências”, afirmou Gimenes.

A classe patronal sugeriu também o aumento de R$ 2,00 sobre o cartão alimentação que está fixado em R$ 20,00.

“Estamos neste impasse desde março. Agora os frigoríficos vão ter que tomar uma atitude, o trabalhador não aguenta mais essa situação”, acrescenta Gimenes.

A classe informou que dos quatro frigoríficos, dois já se mostraram abertos a negociação.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


O governo brasileiro é o unico culpado disto, estes frigorificos brasileiros estão praticando uma verdadeira escravidão nesta tão importante classe trabalhadora brasileira, e não é só os funcionários que trabalham nas industrias não, os que trabalham no transporte do gado vivo para abate tambem, os que puxam a carne para o consumidor final tambem é um sufoco para cumprir horário, afinal na minha opinião quando vc não ganha para sua subsistencia, segundo a organização mundial do trabalho, é considerado trabalho escravo, e é isto que acontece atualmente na pecuária brasileira, é uma vergonha.
 
sergio oliveira em 18/05/2011 08:58:27
....Sera que um dia irá acontecer?????? torço pra ver.....trabalhei 16 anos em um frigorifico
de grande porte aqui em campo grande...vi muito pais de familia sofrer com a miseria de salario baixos.....isso porque o frigorificos adotam eles entrarem as 05:00 da manha e passar o dia inteiro trablhando e saindo as 19:00 hs....o sindicato daqui e muito fraco...não tem suporte pra parar um pequeno frigorifico imagina 04 ( quatro frigorico ) de uma so vez....eles deixam o funcionario com expectativa de isso acontecer pra obter um salario digno pra sobreviver.....sindicalista não usem a midia ....ainda torço pra ver.....pois tenho irmãos trabalhando nesta area e acordam cedo pra trabalhar e sai tarde ...e chega nos dias
de pagamento e so tristeza....enquanto os frigorificos se enriquecem na jornada de trabalho arduo do funcionario .....que São os LUCROS DA EMPRESA.....SINDICALISTA CAI NA REAL ...QUE MUITOS NÃO CONFIAM EM VOÇEIS.....
 
gedião sebastião francisco em 18/05/2011 06:07:32
Isso tudo vai doer na carne!!
 
Carlos Alberto de Oliveira Braga em 18/05/2011 04:07:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions