A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

25/05/2016 18:44

Empresa aponta urgência de 14 novos corredores de ônibus na Capital

Audiência Pública debateu a urgência de novos pontos, corredores, painéis indicativos e wifi nos veículos

Alberto Dias

Em audiência Pública nesta quarta-feira (25) que debateu o transporte coletivo em Campo Grande, ficaram definidos 14 pontos críticos que precisam de corredores para ônibus com urgência para melhorar a qualidade do serviço prestado à população. O encontro, proposto pelo vereador Marcos Alex (PT), reuniu autoridades e usuários na Câmara Municipal e discutiu ainda a instalação de novos estações e a implantação de internet via via wifi nos circulares.

Conforme Robson Luis Strengari, do Consórcio Guaicurus, as vias que podem receber corredores para agilizar o fluxo são: Rua Guia Lopes, Avenida Marechal Deodoro, Bandeirantes, Costa e Silva, Rua Trindade, Rui Barbosa, Calógeras, Mascarenhas de Moraes, Alegrete, Ministro João Arinos, 25 de dezembro, Cônsul Assaf Trad, Cafezais, Joaquim Murtinho e Eduardo Elias Zahran.

Na ocasião, o diretor do Consórcio Guaicurus, João Rezende, garantiu que instalarão painéis nos terminais indicando horário de chegada e saída de cada linha, em tempo real, graças aos GPS já instalados em cada ônibus. Segundo ele, por dia são feitas 5,6 mil viagens, a uma velocidade média de 15 quilômetros por hora, totalizando 120 mil quilômetros percorridos diariamente e 1 milhão de litros de diesel consumidos por mês.

Uma das dificuldades apresentadas é a disputa de espaço com os carros, especialmente os veículos biarticulados que transitam em vias estreitas como a Avenida Eduardo Elias Zahran. Daí a necessidade de novos corredores. Por fim, decidiu-se criar um grupo de trabalho para planejar a implementação destes corredores, que ficariam exclusivos para ônibus apenas no horário de rush - nos demais horários poderiam receber também carros e motos.

As resoluções foram dificultadas pela ausência de representante da Agência Municipal de Transporte e Trânsito. "Quero protestar contra a ausência da Agetran, representando o Poder Executivo", reclamou Alex do PT. O encontro foi convocado pela Comissão Permanente de Transporte e Trânsito, composta pelos vereadores Vanderlei Cabeludo, Betinho, Chiquinho Telles, Engenheiro Edson e Flávio César.

Audiência pública na Assembleia Legislativa discute marco da primeira infância
Apenas 27% das crianças têm acesso a creches no Brasil. O alerta foi feito durante audiência pública na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (2...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions